Últimas

Arboriza Manaus apoia criação de bosque em homenagem a Grupamento de Engenharia do Exército

O programa Arboriza Manaus, desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e a Comissão Especial de Paisagismo e Urbanismo, contribuiu para a criação do Bosque dos Comandantes e Chefes do Estado Maior, do 2° Grupamento de Engenharia do Exército (2º Gpt E), localizado nas dependências da unidade militar, na Ponta Negra, zona Oeste. 

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O bosque, entregue na manhã desta quinta-feira, 1°/10, é uma homenagem aos 50 anos de fundação da corporação, e conta, numa primeira etapa, com 51 mudas frutíferas e florestais, produzidas pelo viveiro municipal. A solenidade de entrega contou com a presença de autoridades militares e civis.

O Arboriza Manaus, lançado em 2016 pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, é responsável pela política de arborização da cidade e fez, no total, a doação de 96 mudas de árvores, que comporão as demais etapas do bosque. Cada muda recebeu o nome de um comandante e um chefe do Estado Maior, que atuaram no comando da corporação ao longo desses 50 anos.

“O bosque é uma bela homenagem a quem tanto trabalhou em obras pela Amazônia, e vem somar ao patrimônio verde da cidade, fortalecido pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, por meio do programa Arboriza Manaus, que nos últimos quatro anos plantou, aproximadamente, 40 mil novas árvores na área urbana de Manaus e mais de 220 mil mudas ornamentais em jardins públicos. Para nós, é uma satisfação poder contribuir com essa homenagem, com as mudas que são frutos do trabalho diário dos nossos servidores no viveiro municipal”, afirmou o secretário da Semmas, Antônio Nelson de Oliveira Júnior, presente ao ato.

O comandante do 2º Gpt E, general de Brigada Marcelo Lima, destacou a importância da parceria com a Prefeitura de Manaus e o simbolismo do plantio. “Esta é a representação do convívio sustentável da corporação com a Amazônia”, ressaltou o general, definindo a entrega do bosque como um dos pontos mais importantes da celebração do jubileu de ouro do 2º Grupamento de Engenharia do Exército.

“As mudas representam cada chefe que esteve a cada ano, à frente do 2º Gpt E, muito embora visualizemos aqui, também, as milhares de pessoas que estiveram juntas a esses chefes”, afirmou o general Marcelo Lima. As mudas, em sua maioria, foram plantadas pelos próprios homenageados, presentes à solenidade. O bosque contará com espécies como jatobá, andiroba, mogno, ipê-roxo, ipê-amarelo, envira, pau-pretinho, jutairana, entre outras nativas da Amazônia.

Símbolo

Além dos bosques, a área contará em breve com um memorial em homenagem ao general de Exército Rodrigo Octávio Jordão Ramos, proporcionando à sociedade um contato mais próximo com o comandante, que é um ícone para a Amazônia brasileira.

No bosque entregue nesta quinta-feira, há um trator de esteira que permanecerá no local como monumento. A máquina atuou em obras pela Amazônia durante 30 anos e simboliza, conforme ressaltou o general Marcelo Lima, a engenharia combatente.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.