Últimas

Brasil é tímido em comércio, diz representante de Taiwan

O comércio entre Brasil e Taiwan poderia ser bem maior do que os US$ 3 bilhões anuais se o governo brasileiro não fosse “tímido”, avalia o representante de Taiwan no Brasil, Tsung Che Chang. Ele concedeu entrevista exclusiva ao Poder360 e falou sobre o tema.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Na avaliação de Chang não há diferença no tratamento que o país asiático recebe do governo atual em comparação com as administrações petistas. Isso contraria as expectativas criadas com a eleição de Bolsonaro. Em 2018, pré-candidato, ele visitou o país. “Mas depois que foi eleito perdemos o contato”, disse o representante Chang.

“Não sei por que, mas posso imaginar. A China trabalha muito para coibir esse contato politico com Taiwan”. Em 1949, quando os comunistas tomaram o poder na China, o governo do país refugiou-se na ilha de Taiwan, que manteve o nome de República da China.

Assista à íntegra 37min17s.

Reprodutor de vídeo de: YouTube (Política de Privacidade, Termos)

O governo da República Popular da China, como sede em Pequim, considera Taiwan parte de seu território. Espera que Taiwan se integre em um regime especial, como Hong Kong. Mas o governo em Taipei, capital de Taiwan, não aceita sequer discutir a proposta.

Chang afirmou que os brasileiros não deveriam temer retaliações dos chineses, que não deixarão de comprar soja do Brasil. “Na China 90% da soja é importada. De quem vão comprar além do Brasil e dos Estados Unidos?”, diz.

Em 1971 a Organização das Nações Unidas passou a reconhecer a República Popular da China e expulsou Taiwan de seus quadros. A maior parte dos países estabeleceu relações com o governo da China comunista e rompeu com Taiwan, mantendo, escritório de representação do país, mas sem status de embaixada. O Brasil fez essa mudança em 1974.

O representante de Taiwan disse que em outros países é possível manter relações muito mais intensas do que com o Brasil. “Com os Estados Unidos conseguimos canal de diálogo. Assinamos acordos bilaterais, mas com Brasil não se assina nada. O governo no Brasil é muito tímido, muito fechado com Taiwan”, afirmou.

Nos EUA os diplomatas de Taiwan não são recebidos no Departamento de Estado. Mas conseguem negociar com outras áreas do governo. No Brasil, segundo Chang, não são recebidos em nenhum órgão do governo federal.

Taiwan é considerado 1 dos países com maior sucesso no combate à covid-19. Teve apenas 7 mortos em 23 milhões de habitantes. “Conhecemos nosso vizinho”, disse Chang. Ele disse que Taiwan teve fortes consequências com a epidemia da SARS em 2003, também originária da China. Com a covid-19, foram adotadas medidas drásticas a partir de janeiro deste ano: todos os passageiros de voos da China foram testados, e os que tiveram resultado positivo foram colocados em quarentena.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.