Últimas

Manaus vence prêmio nacional e se consolida no topo de investimentos previdenciários

A Manaus Previdência venceu, mais uma vez, o Prêmio Destaque Brasil de Investimentos na categoria 3, acima de 5.000 ativos, consolidando a capital amazonense no topo de investimentos previdenciários do país. Realizado pela Associação Brasileira de Instituições de Previdência Estaduais e Municipais (Abipem), o prêmio, que reconhece as melhores práticas de Gestão dos Investimentos dos Regimes Próprios de Previdência (RPPS), teve seu resultado divulgado na noite da terça-feira, 13/10.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

“Saímos de um déficit de mais de R$ 3 bilhões, herdados 2013, para uma carteira superior a R$ 1 bilhão aplicados em fundos rentáveis. Os prêmios atestam o excelente trabalho desenvolvido pela equipe da Manaus Previdência, que hoje recebe, consecutivamente, reconhecimento pela gestão de excelência. Recentemente, ganhamos a certificação Nível IV do Pró-Gestão, a única capital do país a alcançar a marca e, agora, ganhamos mais um importante prêmio nacional”, destacou o prefeito Arthur Virgílio Neto.

A Abipem dividiu as instituições em três categorias, conforme o número de servidores ativos. A categoria 1, corresponde a até 1.000 servidores ativos, a categoria 2 de 1.000 a 5.000 ativos e a categoria 3, acima de 5.000 ativos. A Manaus Previdência venceu na categoria que contempla as maiores cidades do país.

Para o prefeito Arthur, os grandes vencedores com a Manaus Previdência reestruturada e superavitária são os servidores municipais e o contribuinte, que recebe mais qualidade de vida como retorno do equilíbrio financeiro do município. “Quero parabenizar o servidor, porque o perigo de não receber o que era dele acabou, e que isso fique no passado. Além disso, junto com o ajuste das nossas contas públicas e com tudo que temos feito de estratégico dentro do programa “Manaus 2030”, conseguimos acesso amplo à banca de financiamentos nacionais e internacionais, para fazermos tantas obras como estamos fazendo”, observou.

No começo de outubro, a Manaus Previdência obteve a certificação do governo federal de primeiro RPPS de capital ao alcançar o Nível IV do Pró-Gestão, o maior em gestão previdenciária, somando-se a outros prêmios conquistados pela autarquia municipal, reconhecendo o trabalho de reestruturação desenvolvido pela gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto no órgão.

A diretora-presidente da Manaus Previdência, Daniela Benayon, ressaltou o importante momento em que a autarquia municipal se encontra. “Recebemos o resultado final do Prêmio Abipem Destaque Brasil de Investimentos, com a Manaus Previdência em 1º lugar, na categoria 3, com grande satisfação. Lembramos que em 2013, quando o prefeito Arthur Virgílio Neto assumiu a Prefeitura de Manaus, mais de 50% da carteira de investimentos do então Manausprev estava comprometida em ‘fundos podres’. Hoje, depois de um árduo trabalho de gestão, reestruturação e qualificação profissional, realizado durante quase oito anos, ser reconhecida nacionalmente como melhor autarquia gestora de investimentos mostra que nosso trabalho não foi em vão e valeu a pena”, salientou.

Reestruturação

Desde o início da gestão Arthur Virgílio Neto, em 2013, a Manaus Previdência passou a ser gerida de forma mais profissional, com decisões colegiadas, baseadas em análise do cenário econômico nacional e internacional.

Um exemplo é a criação do regimento interno do comitê de investimentos; formação dos membros do Cominv, que passaram a obter várias certificações profissionais voltadas ao mercado financeiro, como CPA-10, CPA-20, CEA, CGRPPS, Ancord. A criação de uma política de gestão de riscos da carteira também contribuiu para o aprimoramento da gestão.

A estrutura de governança criada na Manaus Previdência, pela qual as decisões de investimentos são analisadas e fiscalizadas por três órgãos colegiados (Comitê de Investimentos, Conselho Fiscal e Conselho Municipal de Previdência) foi essencial para a transformação do sistema previdenciário endividado no melhor do país.

“A pandemia não atrapalhou os trabalhos do comitê de investimentos, que desde março realiza suas reuniões quinzenais de forma remota, por meio de aplicativos de videoconferência, o que possibilitou, inclusive, a participação de profissionais do mercado financeiro como gestores de fundos, analistas de mercado e economistas de instituições financeiras. Isso tem ajudado muito no processo de capacitação e qualificação contínua dos membros do comitê, contribuindo com a profissionalização na gestão da carteira”, enfatizou Flávio Castro, superintendente de Investimentos e presidente do Comitê de Investimentos da Manaus Previdência.

Atualmente o Comitê de Investimentos é responsável pela gestão de mais de R$ 1,1 bilhão, recursos que garantem o pagamento de aposentadorias e pensões presentes e futuras. “As decisões de hoje estão pautadas na busca da melhor relação risco versus retorno, sempre no intuito de contribuir com a sustentabilidade da Previdência municipal de Manaus”, observa Flávio.

Em dezembro, a Manaus Previdência buscará a aprovação no módulo II de Certificados de Gestores Anbima (CGA), certificação do mais alto grau, concedida pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) a profissionais do mercado financeiro.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.