Últimas

Comércio sobe 0,6% em setembro e tem 5ª alta mensal consecutiva

O comércio varejista cresceu 0,6% em setembro em relação a agosto, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Eis a íntegra da Pesquisa Mensal de Comércio (948 KB).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O resultado representa a 5ª alta mensal –em relação ao mês anterior– consecutiva.

O comércio varejista, que já havia atingido seu nível recorde no mês de agosto, continuou em crescimento. O resultado reforça o discurso do governo federal de que a economia se recupera em “V” –sinalizador gráfico de queda forte seguida de recuperação rápida.

O índice de base-fixa com ajuste sazonal do setor indica a retomada em “V”.

Use o cursor para visualizar os valores no gráfico abaixo: 

Segundo o IBGE, a maioria das categorias do comércio teve alta em setembro na comparação com agosto: 5 das 8 pesquisadas. Eis a lista:

  • livros, jornais, revistas e artigos de papelaria (8,9%);

  • combustíveis e lubrificantes (3,1%);

  • artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (2,1%);

  • equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (1,1%)

  • móveis e eletrodomésticos (1,0%).

  • tecidos, vestuário e calçados (-2,4%);

  • outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,6%);

  • hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0.4%).

Em relação ao mesmo mês de 2019, as vendas subiram 7,3%, o que representa a 4ª variação positiva consecutiva.

O varejo teve estabilidade no acumulado do ano –depois de 6 meses no campo negativo. Em 12 meses, aumentou 0,9%.

VAREJO AMPLIADO

No varejo ampliado, que inclui veículos, motos, partes e peças e material de construção, o volume de vendas cresceu 1,2% em relação a agosto de 2020. Trata-se também da 5ª variação positiva consecutiva do indicador.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.