Últimas

Palmeiras goleia Ceará e encaminha vaga na Copa do Brasil

Na tarde desta quarta-feira (11), o Allianz Parque, em São Paulo, foi palco da abertura das quartas de final da Copa do Brasil desta temporada. Palmeiras e Ceará foi o jogo. Antes da partida, o desafio do Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, e do Guto Ferreira, comandante do Ceará, era administrar a quantidade de desfalques. O time paulista não podia contar com oito titulares. O Ceará tinha sete baixas. Assim começou o jogo que foi marcado principalmente pela chuva muito forte.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Até os 34 minutos do primeiro tempo, esses foram os destaques. Só que, a partir daí, o ataque palmeirense foi responsável por outra chuva, a de gols. Em cinco minutos, marcou três vezes. O primeiro saiu pela esquerda, quando Gustavo Scarpa aproveitou o bate e rebate na área para mandar uma bomba cruzada. O chute passou por baixo do goleiro Fernando Prass e estufou a rede do Ceará. Aos 37, mais um. Gabriel Veron, novamente pela esquerda, cruzou e, depois de passar por Willian e Lucas Lima, a bola chegou em Raphael Veiga. O meia bateu de primeira e fez o segundo do Verdão. O último gol foi o mais bonito dos três. Gabriel Veron saiu da esquerda para o meio e bateu de curva de fora da área. A bola encobriu Prass e só parou na rede. Belíssimo gol do Palmeiras e placar ampliado para 3 a 0 em favor dos paulistas.

Os últimos 45 minutos não tiveram maiores emoções. A melhor chance do Palmeiras para ampliar a goleada veio logo aos três minutos. Gustavo Scarpa deixou Willian livre e de frente para o gol. Mas o atacante palmeirense desperdiçou a chance. O Vozão só chegou com perigo aos 26. Livre na frente do goleiro Jaílson, o meia Wescley chutou desviado para fora.

A maior polêmica do segundo tempo ocorreu aos 36 minutos. O atacante cearense Leandro Carvalho disputou o lance com o palmeirense Renan dentro da área e caiu. O árbitro Bráulio da Silva Machado chegou a marcar a penalidade. Mas, com o auxílio do VAR, voltou atrás e considerou o lance normal. Depois disso, a partida seguiu até os 52 minutos com muita reclamação por parte do Ceará. Até mesmo um novo pênalti foi reclamado no último lance do jogo, quando o zagueiro Tiago teria sido empurrado. Para o árbitro Bráulio da Silva Machado, o lance foi normal mais uma vez. Reclamações e polêmicas à parte, o placar final do jogo foi o mesmo da primeira etapa. Vitória de 3 a 0 para o Palmeiras. 

Assim, os paulistas chegaram à sétima vitória seguida e voltam a campo no próximo sábado (14) para receber o Fluminense em São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. Antes desta derrota para o Palmeiras por 3 a 0, o Ceará tinha uma invencibilidade de oito jogos. A próxima partida do Vozão será em Porto Alegre contra o Grêmio pelo Brasileiro no sábado. A partida de volta da Copa do Brasil está marcada para quarta-feira (18), às 19h, na Arena Castelão. Já que o gol fora não serve como critério de desempate na Copa do Brasil, o Palmeiras avança à semifinal com qualquer derrota por dois gols de diferença. Três gols de vantagem para o Ceará levariam a decisão aos pênaltis. Quem passar nesse confronto pega o vencedor do duelo entre Inter e América Mineiro, que fazem o primeiro jogo às 21h30 desta quarta-feira no Beira-Rio.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.