Últimas

Segundo turno está confirmado em 18 capitais e 36 cidades com mais de 200 mil eleitores

O segundo turno do pleito municipal deste ano está assegurado em 54 das 95 localidades com mais de 200 mil eleitores. A votação acontecerá no próximo dia 29. Em Macapá, as eleições ficaram para dezembro devido a um apagão que atinge o estado desde o dia 3.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Considerando o desempenho até agora e as chances até a conclusão das eleições, PSDB e MDB podem sair da disputa com o comando de seis capitais cada um, caso vençam os confrontos de que participam no segundo turno. A disputa prossegue em 18 capitais.

No primeiro turno, PSDB, DEM e PSD reelegeram, cada um, dois prefeitos de capital. Dessas legendas, o PSDB está no segundo turno em quatro capitais, e pode alcançar então seis prefeituras. O MDB ainda não ganhou nenhuma, mas concorre em seis.

O DEM pode chegar a cinco capitais. Além de dois reeleitos, conquistou Salvador com a maior votação entre todos os vencedores no domingo (64%), está no segundo turno no Rio de Janeiro e, conforme a pesquisa mais recente, liderava as pesquisas em Macapá.

O PSD está em um segundo turno e, se vencer, terá o comando de três capitais. Podemos, PP, PSB e Republicanos continuam na disputa em três localidades; PDT, Psol e PT, em duas; e Avante, Cidadania, Patriota, PCdoB, Pros, Solidariedade, em uma cada um.

Outros colégios eleitorais

Dos municípios com mais de 200 mil eleitores, está confirmado o segundo turno em 36. Em Santos (SP), a apuração parou com 90,8% e há indefinição. Estão sub judice os resultados em Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias e Volta Redonda, todos no Rio de Janeiro.

Em 30 outras cidades, o PSDB elegeu 9 prefeitos neste primeiro turno. Em seguida, pela ordem de conquistas, estão MDB, como 5; PP, com 4; PSD, com 3; e PL, com 2. Cidadania, DEM, PDT, Podemos, PSB, PSC e Solidariedade obtiveram uma vitória cada um.

O segundo turno das eleições para prefeito acontece nos municípios com mais de 200 mil eleitores. Das capitais, só Palmas fica de fora (180,5 mil eleitores). Somadas, as 26 capitais reúnem 32,6 milhões de eleitores (22% do total). Outras 70 cidades, 23,8 milhões (16%).

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.