Últimas

Biden nomeia deputada indígena crítica de Bolsonaro para Secretaria do Interior

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, escolheu nessa 5ª feira (17.dez.2020) a deputada democrata Deb Haaland para ocupar o cargo de secretária do Interior.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Haaland será a 1º mulher de origem indígena a ocupar o posto. Atualmente, ela é congressista representando o Estado do Novo México.

Haaland agora será responsável administrar as áreas ocupadas pela população indígena. A pasta também tem a incumbência de gerir as riquezas mineiras dos Estados Unidos.

A futura secretária do Interior já fez duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro. Em artigo publicado em março no The Washington Post, assinado com a deputada Joênia Wapichana (Rede-RR), ela disse que Trump e o brasileiro representavam “retrocessos”.

“Entre os muitos paralelos entre suas administrações, Bolsonaro e Trump estão tomando medidas extremas para retirar os direitos conquistados com dificuldade dos povos indígenas em benefício das indústrias extrativas e da agricultura comercial”, escreveram.

Bolsonaro reconheceu na 3ª feira (15.dez.2020) a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais dos Estados Unidos. O cumprimento foi feito 6 semanas depois da votação norte-americana e 1 dia após a confirmação do resultado pelo Colégio Eleitoral.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.