Últimas

Esquerda diz que Bolsonaro tem “pretensão de controlar o Congresso”

Os partidos PT, PDT, PSB e PCdoB divulgaram um manifesto onde declaram que pretendem lutar contra “as políticas antidemocráticas, neoliberais, antinacionais” na Câmara dos Deputados. Segundo as legendas, é preciso preciso derrotar Jair Bolsonaro, a quem chamam de “presidente criminoso”.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

As siglas declararam na última semana que apoiarão o eventual candidato de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Casa. O objetivo é derrotar Arthur Lira (PP-AL), deputado próximo a Bolsonaro. A eleição está marcada para fevereiro de 2021.

No manifesto (íntegra – 170 KB) divulgado nessa 2ª feira (21.dez), os partidos disseram que “a eleição para a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados ocorre em meio a uma profunda crise social, econômica, política e de saúde pública no Brasil”.

Segundo o grupo, essa crise foi “agravada por um governo federal insensível ao sofrimento do povo, irresponsável diante da pandemia e chefiado por presidente da República que ao longo de sua trajetória sempre se colocou contra a democracia”.

“Queremos derrotar Bolsonaro e sua pretensão de controlar o Congresso, um presidente criminoso, cujo afastamento é imperioso para que o Brasil possa recuperar-se da devastação em curso”.

As legendas citaram ações que consideram prioritárias na agenda do Congresso. Entre elas, vacinação contra a covid-19, testagem em massa da população e criação de planos de ajuda às famílias e aos cidadãos afetados pela crise econômica.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.