Últimas

Mercado Walter Rayol é entregue com 95 boxes e três praças de alimentação aos permissionários

“Trabalho há 30 anos no mercado Walter Rayol e a última reforma foi em 1994. Gostamos muito do que foi feito pela Prefeitura de Manaus e os clientes estão elogiando o espaço limpo e agradável”, reagiu o permissionário Antônio da Costa, ao ver o mercado municipal Walter Rayol, no bairro Cachoeirinha, zona Sul, ser entregue totalmente revitalizado nesta quarta-feira, 16/12, pelo prefeito Arthur Virgílio Neto.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

“Estou muito feliz e realizado. Só tenho a agradecer”, destacou o permissionário.

O mercado Walter Rayol é um dos oito administrados pela Prefeitura de Manaus que, além da influência no abastecimento e produção da cidade, tem importância histórica e afetiva para os manauaras. Localizado na avenida 7 de Setembro, esquina com a rua General Glicério, o Walter Rayol recebeu melhorias em seus 95 boxes e agora conta com três praças de alimentação.

“Trabalhamos bastante as feiras e mercados nos bairros, mas temos três que são tradicionais e simbólicos, como o mercado municipal Adolpho Lisboa, restaurado logo que chegamos ao governo e que é uma das peças mais visitadas por turistas e admiradas pela sua arquitetura. Temos também o mercado municipal Senador Cunha Melo, revitalizado e inaugurado, e esse, o Walter Rayol. Esses três mercados contam a história de Manaus. É um grande símbolo para nós, é um lugar muito especial”, salientou o prefeito Arthur, que esteve acompanhado da presidente da Comissão Especial de Paisagismo e Urbanismo, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro.

Na obra de reforma e revitalização, foi feita a troca de toda a cobertura do prédio, substituição de todas as instalações - elétrica, hidráulica e sanitária - construção de três praças de alimentação para melhor receber o público do mercado, redistribuição e construção de novos boxes, reforma de todos os banheiros, pintura geral, além da reforma de toda a área administrativa no pavimento superior.

Além dos boxes ampliados, o mercado também foi adaptado com acessibilidade e banheiros adequados para Pessoas com Deficiência (PcD), assim como recebeu trabalho de paisagismo na área externa. As modificações e ampliações, que favorecem para atrair novos clientes ao local, foram projetadas pela Comissão Especial de Paisagismo e Urbanismo, presidida pela primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro.

“Na hora da reforma, observamos a necessidade do paisagismo na área externa e também da acessibilidade. E isso foi feito. O mais importante é que o que estamos entregando é pura satisfação para quem trabalha e compra aqui. Estamos muito felizes em entregar esse espaço para quem trabalha aqui”, mencionou Elisabeth Valeiko Ribeiro.

Durante os trabalhos da prefeitura, os permissionários não foram desalojados e continuaram as atividades comerciais, que a partir de agora se beneficiam do impulso provocado pela revitalização do lugar, que tem o gerenciamento da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc).

“Nós não apenas reformamos, mas revitalizamos, colocando uma nova estrutura para o café da manhã saudável, almoço saudável. É mais um marco na administração do prefeito Arthur Neto, que não poderia terminar sua gestão sem atender aos permissionários do Walter Rayol”, reforçou o secretário da Semacc, Fábio Henrique Albuquerque.

Construído em 1965, o mercado municipal Walter Rayol possui uma área total de 2.691,26 metros quadrados, distribuídos em três pavilhões. O pavilhão I possui dois pisos, sendo o térreo composto por 93 boxes distribuídos em vendas de lanche, bazar, estivas, frutas, verduras, além de 64 bancas fixas, com atividades de armarinho, entre outras.

O local possui, também, algumas bancas móveis na área externa e dois banheiros, para uso de feirantes e usuários, que os utilizam mediante o pagamento de uma taxa de conservação. Na parte superior, funciona a Administração. O pavilhão II abriga o setor de Carnes e Peixes e é composto por 84 bancas, cuja atividade principal é a venda de aves, carnes e miúdos. No pavilhão III, existem 20 boxes e nove bancas com venda de produtos variados.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.