Últimas

Mulher fica paraplégica após ser baleada em assalto forjado e pago por ex-marido

Ingrid Mendonça Ribeiro, de 34 anos, foi vítima de assalto dentro de uma farmácia onde trabalhava no último dia 16 outubro, e acabou sendo atingida por um tiro que a deixou paraplégica. O caso aconteceu no litoral de São Paulo.

  Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Durante as investigações, a polícia descobriu que o assalto seria na verdade uma tentativa de feminicídio.

A mulher, que sofreu lesões após a bala se alojar em seu quadril, era o alvo principal do assaltantes. A investigação tomou outro rumo após uma informação de que havia sido o ex-marido da vítima o mandante do crime.

Os bandidos foram perseguidos pela polícia logo após o ataque e acabaram se envolvendo em um acidente. O motorista morreu no local, mas o comparsa foi preso e confessou o recebimento de R$ 18 mil das mãos de Andrews Ribeiro de Oliveira Martiniano, que não aceitava o divórcio após cinco anos de casamento e começou a perseguir Ingrid.

Segundo familiares, Andrews chegou a ameaçar a Ingrid algumas vezes e até a agredi-la, algo que só foi descoberto quando eles se separaram.

Além do falso assaltante e de um intermediário que contratou a dupla, o ex-marido também foi preso e, em depoimento, confessou o crime, mas disse que se arrependeu no meio do caminho. Entretanto, ouviu dos bandidos que já não poderia “voltar atrás”. 

Já Ingrid, que auxiliou nas investigações após recobrar a consciência no hospital, teve que passar por cirurgia para a retirada do projétil e agora busca ajuda para conseguir dar continuidade no tratamento.

Fonte: Tribuna do Amazonas

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.