Últimas

Suspeito de matar policial militar em loja no Rio de Janeiro confessa crime

Três dos quatro suspeitos de assassinar o policial militar Derinaldo Cardoso dos Santos na última sexta-feira (4/12), no Rio de Janeiro, estão presos. Um deles, identificado como Jonathan Targino, confessou ter atirado no PM. O quarto acusado ainda está foragido.

    Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Derinaldo foi morto enquanto tentava impedir um assalto em uma loja em Mesquita. Ele foi enterrado no sábado (6/12). O sepultamento ocorreu às 16h no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio.

Derinaldo tinha 34 anos e deixou esposa e dois filhos. O agente, que trabalhava no 20º Batalhão, completaria 10 anos de corporação no próximo mês. Após ser alvejado, o militar chegou a ser levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), em estado grave, mas não resistiu.

No dia do crime, a polícia prendeu o primeiro suspeito, Jhonny Silva Quirino da Cruz. Outros dois acusados foram presos no domingo (7/12): Jonathan Targino, que confessou o crime, e um terceiro homem, que não teve o nome revelado. As informações são do portal G1.


Fonte:https://focoamazonico.com.br/suspeito-de-matar-policial-militar-em-loja-no-rio-de-janeiro-confessa-crime/

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.