Últimas

Wilson monta esquema de segurança, para evitar manifestantes profissionais de eventos, que lutam para realizações de suas atividades

Um grupo de profissionais das áreas de fotografia, cinegrafia, promotores de eventos, cerimonialistas, garçons, barman entre outros, anunciaram no domingo (27/12), que iriam realizar uma manifestação na manhã desta segunda-feira (28/12), por volta das 8h, em frente à sede do governo do Amazonas, que fica localizada na avenida Brasil s/n, bairro Compensa, zona Oeste de Manaus.

Foto: Via WHATSAPP / BLITZ AMAZÔNICO

O governador Wilson Lima (PSC), organizou um esquema de segurança reforçado nas proximidades da sede com agentes de trânsito para aguardar os manifestantes que tinham como objetivo protestar contra o decreto publicado na semana passada que proibia o fechamento de estabelecimento e realização de eventos.

No sábado (26/12) o governador se reuniu com representantes de diversas categorias e flexibilizou a abertura do comércio decretando ainda a suspensão de casamentos, formaturas e outros eventos.

A manifestação foi de forma pacífica e compareceu alguns profissionais da área de coberturas de eventos.

Foto: Via WHATSAPP / BLITZ AMAZÔNICO

No local os profissionais lutavam contra o decreto que proíbe a categoria de realizar as suas atividades.

Depois de algumas horas, os lideres foram convidados por uma equipe do governo para ouvir suas reivindicações.

De acordo com Ronilson Rodrigues de Souza, da R7 Produções, que é um dos organizadores da manifestação, o ato pacífico teve o intuito de pedir ao Governo do Estado o direito de trabalhar. 

“O direito está sendo negado ao nos proibir de sair de nossas casas para a produção audiovisual e eventos no geral. A nossa categoria está sendo prejudicada desde março, com o primeiro decreto, e agora (dia 26) novamente. Nós da classe de eventos nos organizamos para tentar flexibilizar o decreto do governador para abrir as casas de eventos para podermos produzir e ganhar o pão de cada dia”, declarou. 

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.