Últimas

Dois milhões de doses da vacina contra a Covid-19 chegaram ao Brasil

O avião trazendo ao Brasil os 2 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 pousou no fim da tarde desta sexta-feira (22) no Aeroporto Internacional de Guarulhos. A aeronave da companhia Emirates saiu de Mumbai, na Índia, na quinta-feira (21/01), com a carga de vacinas da AstraZeneca/Oxford, produzidas pelo laboratório indiano Serum. As doses foram compradas pelo Ministério da Saúde para dar continuidade à vacinação dos brasileiros de forma simultânea e gratuita.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Em São Paulo, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o ministro das Comunicações, Fábio Faria, juntamente com o embaixador da Índia no Brasil, Suresh Reddy, acompanharam a chegada das vacinas em solo brasileiro. “São 7 meses de trabalho para nós chegarmos agora com essa primeira carga de vacinas da AstraZeneca/Oxford. Um trabalho feito para todos os brasileiros, para salvarmos mais vidas. Esse é o nosso objetivo”, disse Pazuello.

Em pronunciamento à imprensa na pista do aeroporto de Guarulhos, o ministro afirmou que as vacinas começarão a ser distribuídas aos estados a partir do final da tarde deste sábado (23), com prioridade para o Amazonas, devido à situação epidemiológica do local: “A prioridade nesse momento é para o estado do Amazonas, que vive hoje a situação mais crítica no nosso país. Após um acordo com governadores, 5% dessa carga irá para Manaus”.

Após trâmites alfandegários, a carga partiu em aeronave da companhia Azul com destino ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro. Na cidade, em obediência às normas regulatórias, as vacinas passam por checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem, com etiquetagem das caixas com informações em português, no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz).

VACINAÇÃO: Os dois milhões de doses da AstraZeneca/Oxford se juntam aos 6 milhões da vacina importada pelo Instituto Butantan, do laboratório chinês Sinovac - essas últimas já distribuídas aos estados, que começaram a vacinar a população a partir da última segunda-feira (18/01). Os dois imunizantes tiveram aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial no Brasil.

Fonte: Blog do Junior Ribeiro

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.