Últimas

Para garantir a segurança alimentar dos povos indígenas, o Governo do Estado do Amazonas, por meio da Fundação Estadual do Índio (FEI), realizou na manhã desta sexta-feira (29/1), a distribuição de cestas básicas para indígenas não aldeados. Essa distribuição tem o objetivo de ser uma atividade de enfrentamento aos efeitos causados pela pandemia da Covid-19. Na ocasião, foram doadas 225 cestas básicas para famílias residentes no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus. “Desde o início da pandemia em março de 2020, a fundação não tem medido esforços para atender os parentes em vulnerabilidade social; e que vivem em comunidades instaladas em área urbana da capital. Esses são os mais atingidos pela pandemia, uma vez que muitos se encontram desempregados e cabe a nós garantir a segurança alimentar deles”, afirmou Edivaldo Munduruku, diretor-presidente da FEI. Foram contempladas 225 famílias das etnias Mura, Apurinã, Kokama, Munduruku, Sataré-Mawé e Tukano, moradores do Conjunto Cidadão 12, primeira etapa, membros da Comunidade Ajuricaba, Associação Indígena Raimundo Mura e Associação Indígena Kokama Imakana Riai Kiwikana, essa última com associados espalhados por diversos bairros da capital amazonense. “Quero agradecer em nome de todos os parentes por essa ação, que vem para amenizar nossas necessidades. Obrigado a Deus, ao Governador Wilson Lima e ao diretor-presidente da FEI, que vem nos ajudando nesse momento tão complicado na história da humanidade”, enfatizou a cacica Zilda Mura, presidente da Associação Indígena Raimundo Mura. Já a cacica Elaine Campos, presidente da Associação Indígena Kokama Imakana Riai Kiwikana, enfatizou sobre sua gratidão à direção da FEI, que tem sido primordial neste momento de vulnerabilidade social em que Manaus se encontra. E parabenizou a Fundação, que tem feito esses trabalhos, nos últimos meses, com os grupos étnicos da região. “Num momento em que diversas portas estão fechadas, só tenho que agradecer e parabenizar os dirigentes da FEI, em nome dos parentes que estão sendo beneficiados, por meio da nossa associação, e que moram nos bairros da Betânia, Armando Mendes, Zumbi dos Palmares, Santa Etelvina, Monte Pascoal, Cidade de Deus, Alfredo Nascimento e em outros bairros da cidade”, concluiu a cacica.

O Governo do Amazonas recebeu equipamentos médicos doados pela Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas (Abir), com apoio da Coca-Cola Brasil. Uma parte da doação será entregue até a próxima segunda-feira (01/02).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com a associação, a ação atende a um pedido do Governo do Amazonas às indústrias do Polo Industrial de Manaus (PIM) para auxílio no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Foram entregues ao estado 2000 aventais descartáveis e 100 máscaras de ventilação não invasivas (VNI). Está previsto, ainda, chegarem 30 laringoscópios.

Os equipamentos foram entregues à Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), os quais serão distribuídos aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate ao novo coronavírus.

Nas últimas semanas, uma rede de solidariedade se espalhou pelo Brasil e o Amazonas tem recebido doações de materiais diversos, incluindo oxigênio hospitalar, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), entre outros, seja por empresas, governos e prefeituras, artistas e cidadãos dispostos a contribuir.

A Abir conta com 70 associados. No estado, a associação conta com empresas no segmento de concentrados de refrigerantes, um dos mais fortes do PIM, e que fornecem para as indústrias pequenas, médias e grandes em todo o país.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.