Últimas

Serviço de Telemonitoramento da Prefeitura de Manaus oferece acompanhamento e orientações às vítimas da Covid-19

A Prefeitura de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), oferece mais uma ferramenta para auxiliar no combate à pandemia da Covid-19 na cidade.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

É o serviço de Telemonitoramento, por meio do qual, profissionais da secretaria prestam orientações e acompanham regularmente a condição de saúde das vítimas do coronavírus na capital.

O atendimento dos usuários é feito por meio de ligação telefônica ou videochamada. Os pacientes que recebem o serviço são atendidos conforme critérios de idade e comorbidades. Para os usuários acima de 60 anos e àqueles com condições clínicas de risco, a equipe entra em contato a cada 24 horas. Nos demais casos, o acompanhamento acontece em intervalos de 48 horas.

A secretária municipal de Saúde, a médica Shádia Fraxe, reafirma a busca do prefeito David Almeida em oferecer o melhor atendimento à população em diversas frentes, como forma de vencer a pandemia. “Temos desenvolvido vários canais, para oferecer orientações e apoio à população, para auxiliar tanto na prevenção quanto no tratamento da Covid-19. O telemonitoramento, nesse sentido, é mais uma iniciativa para dar um direcionamento profissional, a partir de uma equipe multidisciplinar de saúde, às pessoas que se encontram em situação de cuidado doméstico, e, como tal, presta uma contribuição valiosa à nossa luta contra o vírus”, afirma.

Implantado em março de 2020, quando os primeiros casos do vírus começaram a ser registrados no município, o Telemonitoramento já atendeu a mais de 75 mil pacientes em Manaus, até o mês de dezembro. A equipe é multidisciplinar, composta por médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas, além de bióloga, assistente social, fisioterapeuta e pessoal de apoio administrativo. Todos treinados a partir do Programa de Educação Continuada, desenvolvido dentro do próprio Telemonitoramento. Os servidores atuam no complexo da sede da Prefeitura de Manaus, no bairro Compensa, zona Centro-Oeste.

Fluxo

Durante o atendimento, é feita a avaliação da situação clínica (classificação de risco) do paciente, e são prestadas orientações sobre o autocuidado doméstico, o reconhecimento dos sinais de agravamento da Covid-19 e as unidades que oferecem o atendimento presencial em Manaus. Além disso, são investigados o cumprimento do isolamento social, por parte do paciente, e as condições que interferem na situação de saúde dele. Caso seja necessário, também é agendado o exame de RT-PCR domiciliar, tanto para o usuário quanto para contatos próximos com suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

Como explica a gerente do Departamento de Atenção Primária (DAP) da Semsa, Sonja Girão, o Telemonitoramento usa a tecnologia para cumprir uma função essencial para a manutenção da saúde da população.

“Com o suporte oferecido pelas plataformas de comunicação a distância, as ligações e videochamadas feitas por celular e computador, nós podemos acompanhar os pacientes com Covid-19 sem desrespeitar o isolamento social, tão necessário para a preservação da saúde de usuários e servidores. Isso nos permite verificar a evolução dos casos entre a população, salvando vidas nesse cenário que exige, com frequência, o cuidado em casa, a fim de não sobrecarregar ainda mais as unidades de saúde de Manaus”, explica Sonja.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.