Últimas

Wilker e Dermilson ingressam com representação no MPF/AM contra governador Wilson Lima devido à crise de oxigênio no AM

Os deputados estaduais Wilker Barreto e Dermilson Chagas, ambos do Podemos, protocolaram, na noite da última segunda-feira, 18, uma representação no Ministério Público Federal do Amazonas (MPF/AM) civil e criminal contra o governador Wilson Lima (PSC) pelos possíveis crimes de improbidade administrativa e gestão temerária.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A ação ocorre em virtude das mortes nas unidades hospitalares do Amazonas por conta da crise do oxigênio, agravado com o aumento dos novos casos da Covid-19.

De acordo com a representação, a falta de planejamento do Executivo para evitar o fim dos estoques de oxigênio e a ausência de ações emergenciais do governador foram fundamentais para ocasionar o desabastecimento na rede pública.

Para Wilker, o governo é o principal responsável pelas mortes ceifadas por conta da falta dos gases nos hospitais.

“O que se cometeu no Amazonas não foram mortes decorrentes da Covid-19, foi assassinato e execução sumária de um governador que já tinha informação sobre a necessidade de oxigênio. Mas o governo simplesmente cruzou os braços e pagou para ver”, afirmou.

“Morrer sem oxigênio é uma das maiores maldades que você pode punir um ser humano”, explicou o parlamentar, frisando que a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) já sabia, desde novembro de 2020, que a quantidade de gás oxigênio seria insuficiente para atender a alta demanda decorrente da pandemia.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.