Últimas

Ageman fiscaliza operação do Zona Azul no Centro de Manaus

Com a retomada das atividades comerciais no Centro de Manaus, fiscais da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) fizeram uma vistoria nas vias, a fim de verificar o funcionamento do serviço de estacionamento pago Zona Azul.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A fiscalização identificou que a maior dificuldade encontrada pelos motoristas durante o uso do serviço é quanto à necessidade de baixar o novo aplicativo do Zona Azul.

“A empresa precisou adequar novas funcionalidades para o serviço, e a solução encontrada foi criar um novo aplicativo; e muitos motoristas desconhecem essa necessidade. Vamos notificar a empresa para que ela aumente a publicidade e leve essa informação ao conhecimento do usuário, conforme prevê o contrato de concessão do serviço”, afirmou o diretor-presidente da Ageman, Fábio Alho.

A fiscalização desta quinta-feira, 25/2, se concentrou na avenida Eduardo Ribeiro, local de maior movimentação dos usuários do serviço.

Como as atividades comerciais foram retomadas nesta semana, a empresa, a pedido da Prefeitura de Manaus, não está multando os usuários e segue com um trabalho de orientação, no entanto as penalidades deverão ser aplicadas a partir de março.

O serviço público de Estacionamento Rotativo Pago Zona Azul passou a ser regulado e fiscalizado pela Ageman em 2019, com a publicação do Decreto Municipal nº 4.399, de 3 de maio de 2019. Atualmente, são ofertadas 3.323 vagas, sendo 2.694 na área central de Manaus e outras 629 no conjunto Vieiralves, zona Centro-Sul da capital.

O serviço é realizado pela empresa Consórcio Amazônia, Tecnologia de Trânsito da Amazônia SPE – Ltda., detentora da outorga do serviço, conforme contrato nº 014/2015 – celebrado com o município de Manaus.

O sistema começou a funcionar em Manaus com tarifa de R$ 2,45 - a hora. Os créditos podem ser adquiridos por meio do aplicativo Zona Azul Manaus, site www.zamanaus.com.br, nos postos de venda autorizados, por meio do aplicativo ZA e com os monitores.

A atividade de regulação junto ao contrato de concessão do referido serviço tem possibilitado melhorias aos mais de 123 mil usuários que utilizam o Zona Azul mensalmente, além de garantir maior fluidez no trânsito de Manaus e segurança jurídica ao poder concedente (Prefeitura de Manaus).

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.