Últimas

Águas de Manaus distribui cestas básicas e promove melhorias para levar água tratada até comunidades indígenas em Manaus

Trezentas e vinte famílias indígenas que residem na área urbana da cidade foram beneficiadas com cestas básicas e copos de água tratada entregues pela Águas de Manaus. Moradores do Parque das Tribos, no Tarumã e das comunidades Waikiru, Y'Apyrehyt (ambas na Redenção) e Wotchimaücü, na Cidade de Deus, estão entre as pessoas que receberam as doações da empresa nos últimos dias.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A ação tem o objetivo de minimizar os impactos da pandemia entre a parcela mais vulnerável da população, que por conta das restrições atuais, tem enfrentado dificuldades para conseguir renda. Desde o início da pandemia, em março do ano passado, a Águas de Manaus promoveu diversas parcerias nesse sentido.

Os indígenas da região urbana de Manaus recebem uma atenção diferenciada desde que a concessionária passou a atuar na cidade. Mesmo existindo há décadas, as comunidades na Redenção e Cidade de Deus não contavam com abastecimento regular e enfrentavam algumas dificuldades para obter água. Ao longo de 2019 e 2020, todas receberam a implantação de redes de abastecimento de água tratada, cavaletes e hidrômetros. As famílias também foram cadastradas na tarifa social, benefício que garante 50% de desconto nas contas.

As faturas de água se tornaram o primeiro comprovante de residência de 120 famílias de etnias Sateré-Mawé e Tikuna que moram nestes três pontos. “Sempre que pediam um comprovante de residência da gente, seja na escola, faculdade ou trabalho, precisávamos emprestar de algum vizinho ou até da igreja aqui perto. Era algo complicado. Agora, com a fatura de água, finalmente posso dizer que tenho um endereço, me senti cidadã”, disse a doméstica Leiliane Pereira, 32 anos, moradora da comunidade Waikiru.

PARQUE DAS TRIBOS – Reconhecido oficialmente em 2014 como primeiro bairro indígena da capital, o Parque das Tribos, no Tarumã, também foi beneficiado com as doações da Águas de Manaus. No fim de 2019, a concessionária iniciou a construção de um sistema completo para produção e abastecimento de água tratada na comunidade. A estrutura passa por um período de ajustes, mas já entrou em operação parcial neste mês de janeiro e em breve, estará fornecendo água 24h por dia na região.

O sistema Parque das Tribos conta com um Centro de Produção de Água Subterrânea (CPAS), que consiste em um poço de 200 metros de profundidade para captação de água. Além disso, foram implantados 7.830 metros de redes de distribuição e 657 hidrômetros residenciais. A concessionária ainda vai entregar um reservatório no Parque das Tribos, com capacidade para armazenar 300 mil litros de água, para reforçar o abastecimento da região. O novo sistema beneficiará 2.600 moradores do local. Todos também serão cadastrados na tarifa social.

DOAÇÕES NA PANDEMIA – A Águas de Manaus vem realizando uma série de parcerias com o poder público e organizações da sociedade civil durante a pandemia. Em janeiro, a concessionária distribuiu 1000 cestas básicas e 12 mil copos com água tratada entre 16 instituições e comunidades de Manaus. Colaboradores voluntários, em número reduzido por conta da pandemia, ajudaram nas entregas, fazendo as cestas chegarem a quem mais precisa. Entre os parceiros da empresa, estão o Fundo Manaus Solidária, da Prefeitura de Manaus e lideranças comunitárias.

O gerente de responsabilidade social da Águas de Manaus, Semy Ferraz, reforçou o trabalho que a empresa tem feito para ajudar, na medida do possível, a mitigar os impactos na vida dos que mais precisam. “A água tratada que produzimos tem um papel fundamental na batalha que a cidade trava contra a doença, já que a principal recomendação contra o coronavírus é a higiene constante das mãos. Nossas equipes seguem trabalhando para que a cidade continue recebendo água de qualidade nas torneiras. E através de parceiros, estamos unindo forças para que outros efeitos da pandemia não sejam sentidos pela população mais necessitada neste momento”, destacou Semy.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.