Últimas

Alunos da rede municipal iniciam ano letivo 2021 com atividades remotas

O ano letivo da rede municipal de ensino iniciou nesta quinta-feira, 18/2, por meio do “Aula em Casa”, uma parceria entre a Prefeitura de Manaus, por determinação do prefeito David Almeida, e o Governo do Amazonas.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O projeto faz parte da ação de prevenção e controle para evitar a disseminação do novo coronavírus na capital amazonense. As atividades, transmitidas pela TV aberta e pela internet, irão atender mais de 650 mil alunos da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da Secretaria Estado de Educação e Desporto (Seduc).

A intenção é envolver estudantes, professores e pais ou responsáveis em um trabalho em conjunto para dar continuidade ao fluxo de aprendizagem com qualidade, sem qualquer exposição à Covid-19. O “Aula em Casa” disponibilizará atividades pedagógicas programadas para o ano letivo de 2021. O conteúdo curricular foi reorganizado para atender as necessidades dos alunos em cada nível, etapa e modalidade da educação básica.

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, ressaltou a importância de iniciar o ano letivo, mesmo que de forma remota, buscando eficiência e qualidade na transmissão das aulas e na recepção.

“Contamos com essa parceria com a Seduc e, por determinação do prefeito David Almeida, estamos também desenvolvendo algumas ações no sentido de fazermos com que cada um dos alunos, este ano teremos mais de 250 mil matriculados na nossa rede, fique conectado. Vamos, obviamente, avançar cada vez mais no sentido de buscarmos tecnologias mais eficientes e modernas para transformar a aula de uma simples conversa do professor com o aluno, em uma interatividade entre ambos”, disse o secretário.

Para auxiliar os alunos com dificuldades de acompanhar as aulas on-line, seja pela falta de aparelho de televisão ou pela falta de internet, todos os estudantes da rede municipal de ensino receberão um caderno de apoio.

“Esse caderno é um material complementar e de reforço para que nenhum aluno deixe de ter acesso ao conteúdo disponibilizado no “Aula em Casa”. Este ano, mesmo o aluno sem televisão ou internet, não perderá nenhum assunto, porque poderá acompanhar tudo por meio desse material físico. O caderno será entregue aos estudantes da educação infantil, ensino fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA)”, declarou Mônica Lobato, assessora do Departamento de Gestão Educacional (DEGE) da Semed.

Transmissão

A transmissão das aulas será pelo YouTube (https://bit.ly/3qu3E6h) e pela TV Encontro das Águas, no canal 2.2 para educação infantil ensino fundamental – anos iniciais (1º ao 5º); e no canal 2.3, para o fundamental – anos finais (6º ao 9º) e EJA). Além disso, os alunos também poderão acessar a plataforma Saber+ (https://www.sabermais.am.gov.br/) e o aplicativo “Aula em Casa”, disponível no Google Play e no App Store.

Ensino Fundamental

Este ano, as aulas serão veiculadas de segunda a quinta-feira pelos canais e plataformas disponibilizados. As sextas-feiras serão reservadas para que os alunos façam atividades dirigidas de forma off-line, como pesquisas e trabalhos passados durante a semana.

As aulas serão reprisadas à tarde, a partir das 13h40, para os anos iniciais e, a partir das 14h, para os anos finais. Além disso, todas as atividades estarão disponíveis no YouTube e poderão ser acessadas a qualquer hora.

Para Luiz Felipe Soares Santos, 9, aluno do 4º ano da escola municipal José Carlos Mestrinho, o início do ano letivo, mesmo que de forma remota, é uma oportunidade de aprendizado.

“Acho que vou aprender coisas novas. A aula virtual é muito legal, consegui acompanhar todas as aulas no ano passado e este ano acho que vou conseguir de novo. Aprendi matemática, português, história, geografia, entre outras coisas. Estou com muita saudade dos meus amigos e da professora, gostaria de brincar com eles de novo”, disse o estudante.

A auxiliar administrativa Leilane das Chagas Soares, mãe do aluno Luiz, considera que o “Aula em Casa” foi a melhor solução encontrada, porque, de outra forma, os alunos não teriam condições de assistir às aulas, perderiam conteúdo e ficariam atrasados.

“Com o Aula em Casa, eles têm como acompanhar, como estudar o conteúdo que eles estudam na escola, e os pais auxiliando e incentivando, ajudando os alunos a aprender. Então, o Aula em Casa foi a melhor atitude que poderia ser tomada, porque o ano letivo seria perdido, se não fosse essa iniciativa da prefeitura”, pontuou.

Educação infantil

Este ano, o programa com atividades para a educação infantil ganhou um novo nome e agora se chama “Vamos Brincar!”. Com duração de 20 minutos, o projeto também inicia nesta quinta-feira, 18/2, com a exibição de reprises do ano passado. As aulas com conteúdo inédito vão ao ar a partir de abril pela manhã, com reprise à tarde.

Para o assessor da Divisão de Educação Infantil (DEI), Alexandre Romano, as expectativas para este ano letivo são muito boas, baseadas na experiência que tiveram no ano anterior.

“Acreditamos que essas atividades ajudam as crianças a se desenvolverem, esperamos que os pais, de preferência, acompanhem esse desenvolvimento. Estamos muito felizes com o retorno das atividades, mesmo que de forma remota, e muito esperançosos para que possamos voltar ao ambiente presencial em breve para continuar as interações e brincadeiras com as nossas crianças, desde a creche até os nossos adultos, possivelmente”, explicou Romano.

Cronograma

- 7h40 – educação infantil (Vamos Brincar!)

- 8h – 1º ano do ensino fundamental

- 8h40 – 2º ano do ensino fundamental

- 9h20 – 3º ano do ensino fundamental

- 10h – 4º ano do ensino fundamental

- 10h40 – 5º ano do ensino fundamental

- 8h – 6º ano do ensino fundamental

- 9h – 7º ano do ensino fundamental

- 10h – 8º ano do ensino fundamental

- 11h – 9º ano do ensino fundamental

Acompanhamento

Para acompanhar os alunos de cada turma, os professores terão um novo recurso disponível, o Google Classroom, que dará suporte na organização das turmas e das aulas, facilitando o compartilhamento de materiais complementares.

Sintonizar a TV

Para acessar os canais 2.2 e 2.3 da TV Encontro das Águas, os pais terão que realizar uma atualização nos canais abertos do aparelho de televisão.

Para isso, basta acessar o menu pelo controle remoto e procurar a opção que mais se assemelha a “busca de canais”.

Depois de encontrar, é só clicar na opção e seguir as orientações da tela, aguardando até o final do processo. Ao concluir esta etapa, os novos canais da emissora já estarão disponíveis.

Os pais que não conseguirem sincronizar os canais 2.2 e 2.3, devem procurar os canais 32.2, e 32.3 na TV Encontro das Águas.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.