Últimas

Coreógrafo parintinense ministra oficina que une dança contemporânea e os movimentos dos Bois-Bumbá

Rodrigo Cabral Andrade, coreógrafo do Boi Garantido, será o responsável por ministrar a oficina

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A arte vem se reinventando gradativamente com novas técnicas e novos conceitos. Com a dança não é diferente, e pensando nisso, o coreógrafo parintinense Rodrigo Cabral Andrade vai ministrar uma oficina que une a dança contemporânea com os movimentos dos Bois-Bumbá, ritmo considerado a identidade cultural do Amazonas.

Rodrigo é licenciado em Dança pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e atualmente trabalha do Boi Garantido, sendo um dos responsáveis por coreografias que são apresentadas no Festival Folclórico de Parintins.

A oficina é um incentivo do projeto de artes integradas Puxirum. Rodrigo Cabral explica como as aulas vão funcionar.

“Decidimos usar o boi-bumbá por ser uma dança de origem parintinense. Primeiro vamos ensinar alguns exercícios de dança contemporânea e, em seguida, os movimentos do boi-bumbá, utilizando as marcações indígenas mostradas no festival. A terceira etapa será o processo coreográfico e unir na toada Ameríndia, do Boi Garantido”, explica.

Rodrigo também destaca a evolução das coreografias de boi-bumbá e do Festival de Parintins nos últimos anos.

“O Festival de Parintins está em uma grande crescente nos mais diversos setores e a dança não ficou de fora. Nós coreógrafos mantemos o estilo de 1990 nas toadas de galera, que é o dois pra lá e dois pra cá. Mas a gente vem acompanhando essas novidades e procuramos implementar no processo coreográfico, principalmente nas toadas que falam sobre ritual indígena e lenda amazônica”, disse.

Gravação - Devido a pandemia da Covid-19, a oficina não vai ser aberta ao público e pela será feita de forma online, com vídeos que serão divulgados no YouTube e no Facebook, a partir do dia 1° de março.

O material será gravado no próximo sábado (20) no Centro de Educação Chapeuzinho Vermelho e no Bumbódromo, local onde acontece a disputa de Caprichoso e Garantido, em Parintins.

No final das aulas será apresentado um duo de dança contemporânea, estrelado por Rodrigo e o dançarino Carlos Gomes, que também trabalha como coreógrafo do Boi Garantido.

Sobre o Puxirum – O projeto foi contemplado no Prêmio Feliciano Lana, por meio da Lei Aldir Blanc, apoiado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas (SEC) e o Governo Federal, com a ideia de integrar diversos artistas dos mais diversos segmentos em Parintins.

Puxirum, que na linguagem Tupi significa mutirão, é coordenado pelo ator, diretor e pesquisador em Artes Cênicas, Fabiano Baraúna, e tem como colaboradores artísticos a professora e bailarina, Irian Butel, o artista plástico Geremias (Gereca) Pantoja e Erivan Tuchê na construção poética da Mostra de Artes Integradas.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.