Últimas

Deputados da Aleam repudiam PEC que pode acabar com o Fundeb

A Sessão Plenária desta terça-feira (23) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) foi marcada pelos protestos dos deputados e deputadas estaduais em relação à tramitação de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que poderá acabar com a obrigatoriedade dos repasses constitucionais para a Saúde e Educação.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Também foi motivo de apelos dos parlamentares a questão da vacina no Amazonas.

Therezinha Ruiz (PSDB) se disse muito preocupada com uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que tramita no Congresso Nacional anulando os percentuais mínimos obrigatórios de investimento em Saúde e Educação pelo Governo Federal. “É uma proposta escandalosa que desfaz tudo aquilo que é importante para manter o desenvolvimento da Educação no país. Aquilo que foi garantido no ano passado pelo Congresso para a Educação e Saúde, seria extinto e o dinheiro seria diminuído”, denunciou.

Serafim Corrêa (PSB) se juntou ao protesto da deputada Therezinha Ruiz e disse que com o fim dos repasses obrigatórios da Educação e Saúde o país voltará no tempo a uma época em que os salários dos professores atrasavam. “Isso vai significar, em outras palavras, o fim do Fundeb. Da mesma forma na Saúde, nós não teremos o Sistema Único de Saúde (SUS)”, alertou.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.