Últimas

Enteada matou o padrasto e alega legítima defesa, “Ele abusava de mim há muitos anos”

Segundo familiares da vítima, Letícia e Francisco mantinham um relacionamento secreto. Após discussão, ela teria cometido o crime

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Os familiares de Francisco estranharam quando o homem ficou sumido por um dia. A vítima trabalhava como segurança, mas tinha horários flexíveis e diariamente ia até a casa da filha. O homem vivia sozinho em Jandira (SP)

Ao invadirem a casa, polícia e familiares se depararam com o corpo de Francisco na sala. O homem estava morto e com a boca amarrada. Não havia sinais de arrombamento ou de roubo, pois a porta tinha sido trancada por fora

O idoso ficou viúvo há dois anos, mas mantinha um romance secreto com a enteada, Letícia. No último encontro que teve com a mulher, os dois tiveram uma discussão sobre uma foto de Francisco e a falecida esposa no perfil do WhatsApp. A criminosa não teria gostado do que viu.
Letícia confessou ter usado uma faca para cometer o crime e alegou legítima defesa, já que, segundo ela, Francisco tentou abusá-la. Mas para a família, a jovem cometeu o assassinato por ciúmes.
O Tribunal de Justiça de São Paulo informou que Letícia responderá o crime em liberdade. A família da vítima busca por Justiça e teme repressão da mulher.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.