Últimas

Ex-técnico de ginástica dos EUA se mata após acusação de abusos

O ex-técnico da equipe de ginástica artística feminina dos Estados Unidos John Geddert se suicidou nesta quinta-feira (25). Ele tirou a própria vida poucas horas depois de ter sido acusado de tráfico de pessoas, formação de quadrilha e abuso sexual.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

No total, Geddert, de 63 anos de idade, foi acusado pelas autoridades norte-americanas de ter cometido 24 crimes. O ex-treinador também era ligado ao ex-médico Larry Nassar, condenado a 125 anos de prisão por ter abusado sexualmente de centenas de garotas.

"Este é um final trágico de uma história trágica para todos os envolvidos", informou a promotora-geral de Michigan, Dana Nessel.

A procuradoria revelou que Geddert teria cometido os crimes de abusos físicos, verbais e sexuais contra dezenas de vítimas entre os anos de 2008 e 2018. Eles aconteceram em seu clube de ginástica Twistars, onde também trabalhava Nassar. O norte-americano deveria ter comparecido ao tribunal ontem (25).

Com os desdobramentos das investigações sobre Nassar, Geddert foi suspenso da federação norte-americana de ginástica em 2018 e se aposentou.

O agora falecido ex-técnico comandou a equipe feminina que faturou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012. (ANSA).

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.