Últimas

Governo garante suporte logístico no recebimento de 1.400 cestas básicas doadas pelo programa Pátria Voluntária

Ações solidárias têm contribuído significativamente no combate à pandemia de Covid-19 no Amazonas. Na tarde de sexta-feira (12/02), o Governo do Estado atuou no transporte logístico de 1.400 cestas básicas, resultado de doação dos consulados dos Emirados Árabes, Israel e do Reino do Bahrein ao programa Pátria Voluntária, do Governo Federal. Os donativos serão destinados a famílias em situação de vulnerabilidade social, residentes no bairro Puraquequara, na zona leste de Manaus.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Na ação, o Estado deu suporte na retirada das cestas do Galpão da Latam, situado nas dependências do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, e no transporte até à ONG Asas de Socorro, no bairro Puraquequara. Segundo a primeira-dama do Estado, Taiana Lima, que atuou na articulação juntamente com o Fundo de Promoção Social (FPS), a expectativa é que o programa envie na próxima semana mais 1.000 cestas a Manaus. Ela também ressalta a importância do apoio do Governo Federal nesse momento.

“O Governo do Amazonas não tem medido esforços para ajudar aqueles que mais precisam nesse momento. E o apoio do Governo Federal tem sido fundamental na luta contra a Covid-19. Através do programa Pátria Voluntária iremos conseguir ajudar muitas famílias, que se encontram em extrema vulnerabilidade, durante esse período de pandemia”, destacou.

Conforme a primeira-dama, nessa primeira remessa, o Governo Federal selecionou a ONG Asas de Socorro, para receber e fazer a distribuição às famílias que moram no bairro Puraquequara.

“Essas primeiras 1.400 cestas básicas foram destinadas à associação Asas de Socorro, que está cadastrada na plataforma e foi selecionada pelo programa para receber essa primeira doação. Agradeço as embaixadas parceiras e a primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, que se mobilizaram para que essas cestas básicas chegassem até o Amazonas”, pontuou Taiana Lima.

A secretária Kathelen Santos, do FPS, explica que o Governo do Estado teve contribuição fundamental na garantia da segurança dos alimentos, durante o transporte. “O Governo, com o apoio também da Policia Militar, realizou a logística dessa operação. Assim que as cestas básicas desembarcaram no estado, foi montado um comboio para o deslocamento dessa doação até a Asas de Socorro, cadastrada na plataforma do Pátria Voluntária. O FPS está à disposição para ajudar com o apoio que essas instituições precisam para atender muitas famílias”, disse.

Parceria – Para Wanderley Sampaio, coordenador de ações emergenciais da ONG Asas de Socorro, a parceria com o Governo do Amazonas foi essencial. “A parceria somou através do Pátria Voluntária, onde eles fizeram esse link com o Governo do Amazonas e nós, por necessidade de conseguir essa logística para trazer essas cestas até a base central, que fica na zona leste de Manaus, aqui no Puraquequara”, afirmou.

Distribuição - Sampaio também explicou sobre como será o procedimento de entrega das cestas às famílias. “Para a distribuição foram feitos levantamentos socioeconômicos e dos moradores, das famílias. Demos prioridade às famílias de mulheres gestantes, amamentando, pessoas idosas, pessoas com deficiência, principalmente as pessoas que pegaram a Covid-19 e as famílias que perderam entes queridos também vão ser beneficiadas”, finalizou o coordenador de ações emergenciais da ONG.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.