Últimas

Imigrante é morto nos EUA após policiais ajoelharem em seu pescoço por 5 minutos

O imigrante filipino Angelo Quinto, de 30 anos, morreu três dias após policiais se ajoelharem em suas costas e pescoço por quase cinco minutos na cidade de Antioquia, na Califórnia (EUA). As informações são do UOL.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Sua irmã, Isabella Collins, chamou a polícia no dia 23 de dezembro depois que o homem se descontrolou e ela temia que ele acabasse machucando a mãe.

Quando os policiais chegaram à residência da família, eles o agarraram e o algemaram no chão. Os oficiais colocaram os joelhos sobre suas costas e na lateral de seu pescoço.

Segundo a defesa da vítima, em entrevista coletiva na última quinta-feira (18), Angelo estava “sofrendo de ansiedade, depressão e paranoia nos últimos meses”.

A mãe de Angelo, Maria Quinto-Collins filmou parte da ação dos policiais e em determinado momento ela questiona o que aconteceu ao ver o filho desmaiado, algemado e de bruços.

Segundo a reportagem, os policiais viraram o corpo de Angelo, que estava com o rosto coberto de sangue, e o colocaram em uma maca para fazer compressões em seu peito.

O homem foi levado até um hospital local, mas acabou morrendo três dias após a internação. O xerife do condado de Contra Costa disse, na segunda-feira (22), que a causa da morte de Angelo ainda está pendente e afirmou que a morte é investigada pelo procurador distrital.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.