Últimas

Live gratuita com especialista aborda como problema familiar interfere em vida financeira

Quais as chances de você reproduzir, ao longo da vida, o peso da carga comportamental herdada da família? 

Foto: Divulgação / BLTIZ AMAZÔNICO

Se você identifica hábitos culturais, gastronômicos, relacionais, provavelmente tem o componente financeiro também. Enxergar esses aspectos possibilita observar com objetividade e clareza as dinâmicas impeditivas do fluxo de sucesso financeiro na vida de cada um. Essa é a dinâmica da Constelação Sistêmica Familiar.

O tema será abordado na próxima quinta-feira, 04.01, às 15h, em live aberta no canal do Youtube do Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM), com o constelador sistêmico Fábio Viana, diretamente de São Paulo. A iniciativa é da Comissão de Valorização Profissional da entidade.

“A única chance que temos que ganhar dinheiro, fazer investimentos, relacionar isso é na fase da vida adulta. Se eu tiver em uma postura infantilizada, por exemplo, no meu relacionamento pessoal, talvez, ao olhar para o meu chefe, esteja reproduzindo essa postura também. Um funcionário amargurado, que acha que o chefe sempre ‘pega no pé’ dele ao invés de propor solução, reflete esse tipo de comportamento e um colaborador somente é promovido quando passa confiança, quando tem postura resolutiva”, explica Fábio Viana, que também é coach financeiro e practitioner em Programação Neurolinguística (PNL).

Neste caso, a busca dos bloqueios existentes é feita dentro de três universos que permeiam a vida social familiar: hierarquia, sobre seu posicionamento diante dos problemas e desafios; pertencimento, sobre a capacidade de agregar e aprender com a cultura do outro; e equilíbrio, que trata a respeito da dinâmica de tempo e energia empregados de forma errônea, sem que sobre para a parte financeira.

“A partir do momento em que eu quebro essa lógica comportamental, saio da vitimização e as pessoas ao meu lado passam a sentir isso: meu cliente sente mais firmeza e mais valor no meu trabalho, remunerando a contento; meu chefe passa a se comprometer muito mais com minha promoção, entre outras situações”, explica Fábio Viana.

Ele ressalta que ao “retirar essas vendas”, podemos ficar mais leves, com uma postura mais voltada ao presente, prontos para criar um futuro desejado. “Tentar caminhar olhando para o passado é muito pesado e me impede de prosperar ; olhar para o lado também não me leva adiante. Esse tipo de postura me permite andar com mais assertividade rumo ao resultado desejado”, afirma.

Questionado sobre o que considera problema financeiro, ele afirma que somente é um problema se não reflete onde a pessoa gostaria de estar. “É preciso transformá-lo em desafio. O que a constelação busca é traçar esse desafio, superar esse momento com leveza e harmonia, para que o efeito se torne duradouro”.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.