Últimas

A anestesia é uma poderosa aliada para quem tem medo da dor nos procedimentos odontológicos

Sentar na cadeira do dentista parece desconfortável não é mesmo? O simples ato de ouvir o barulhinho da maquininha já provoca arrepios e pesadelos em muitas pessoas e que atire a primeira pedra quem não tem medo da dor, mas calma, não precisa evitar ir ao consultório dentário pelo pânico de ter dor ou desconforto, o anestésico é um poderoso aliado do paciente.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com o cirurgião dentista Dr.Flávio Fayad um dos benefícios da anestesia é permitir que o paciente passe pelo procedimento de forma tranquila. “Em muitos casos usamos a associação de medicamentos, em acompanhamento com um médico anestesista, que irá promover uma tranquilidade durante o tratamento”, explicou o especialista e mestre em cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial.

Para minimizar ou evitar a dor é feita a anestesia local em procedimentos que por ventura venham a causar dor ao paciente. “O anestésico é aplicado nos tratamentos clínicos, nas restaurações dentárias, de canal, em alguns casos na harmonização facial e em todos os tratamentos cirúrgicos por exemplo para extrações do dente do siso, cirurgias de implantes, enxertos ósseos, enxertos gengivais e tantas outras cirurgias que podem ser realizadas no consultório odontológico, explica Fayad.

Tipos de anestesia

Segundo o Dr.Flávio Fayad, na odontologia há três formas de uso da anestesia em tratamentos clínicos e cirúrgico: A anestesia local, a anestesia local associada a sedação onde o paciente fica semi consciente e anestesia geral. A primeira é aplicada no consultório pelo próprio cirurgião dentista, a segunda pode ser realizada pelo cirurgião dentista em conjunto com o médico anestesista, já a terceira é realizada apenas pelo profissional anestesista preparado e capacitado.

Cirurgias

“A anestesia geral é para os procedimentos de grande porte realizados em hospitais, como nas cirurgias de tumores, de trauma faciais, em pacientes especiais, cirurgias ortognáticas e muitas outras indicações, explica o cirurgião dentista.

Flávio Fayad que também é professor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e tem doutorado em Implantodontia conta em sua equipe de trabalho com a habilidade do anestesista Dr. Daniel Wajnperlach. “Trabalho com o Dr. Daniel, há 13 anos, pela sua excelência no conhecimento, ele também é professor da UEA, um profissional, ser humano com grande caráter e competência”, disse.

“Muitos pacientes tem medo da anestesia geral acreditando ser algo agressivo. Nos casos em que posso optar pela anestesia geral me sinto mais confortável com esta escolha pois o paciente está dormindo e se torna mais segura a cirurgia já que se tem o controle total das funções fisiológicas do paciente por meio de equipamentos eletrônicos monitorado pelo anestesista”, explica Flávio Fayad

Dicas

Para quem vai fazer algum procedimento seja clínico ou cirúrgico o professor da UEA passa algumas orientações. “Em todos os casos o paciente passa por um exame clinico e anamnese para saber o histórico de doenças ou problemas prévios, é importante não esconder informações e nenhum detalhe importante durante a consulta, além de manter uma dieta saudável e exercícios físicos regularmente. Há casos que é obrigatório a realização de exames pré operatórios como de sangue, eletrocardiograma, raio-X do tórax, consulta com cardiologista e outros exames específicos para cada paciente e ou procedimento”, finaliza.

Flávio Fayad

É Doutor em Implantodontia. Mestre e especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial. Cirurgião bucomaxilofacial com 25 anos de experiência no mercado da Odontologia, com cursos de Pós Graduação, no Brasil e no exterior, em Cirurgias Periodontais, Disfunções Temporomandibulares, Ortodontia, Harmonização Oro Facial e Estética Dental e professor universitário orientador de linhas de pesquisas. Ministra cursos nacionais e internacionais nas referidas áreas e tem produção científica vasta com artigos publicados em revistas especializadas, nacionais e mundiais e capítulos de livros escritos.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.