Últimas

Médica ignora idosa e agride filho de paciente em São Paulo

Uma médica se recusou a atender uma idosa de 96 anos, no hospital estadual de Heliópolis, na zona Sul de São Paulo. Ela foi afastada das funções após agredir o filho da paciente e abandonar o seu posto.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Por volta de 12h30 a dona Chiarela, chegou ao hospital sem apetite e com muita dificuldade para andar. Ela foi colocada em uma cadeira de rodas, onde foi levada para o corredor para aguardar sua vez de ser atendida.

O neto que acompanhava avó, relatou que estava esperando um pouco mais de uma hora e meia, quando foi cobrar a médica responsável, Silvia Duellberg, pela consulta. Com um aparelho celular ele gravou a ação, e argumentou que sua avó era prioridade, mas ela o ignorou e diz que ali “não era assim”.

De acordo com o neto Anderson Basílio Ferraz, que é ajudante geral, lembrou que a médica que chamava as fichas e decidia quem ela iria atender. “Com 96 anos, minha avó em uma cadeira de rodas. Isso não é uma médica, uma profissional de saúde que tem amor no que faz”, afirma Anderson.

Anderson procurou a polícia e acionou seu advogado que irá processar a médica e o hospital por omissão de socorro e desrespeito ao Estatuto do Idoso.

Nas imagens que o neto da paciente fez, ele flagra médica sem máscara, e a questiona por estamos no auge de uma pandemia do novo coronavírus, ela decidir atender os pacientes sem cobrir o rosto.

Depois de toda a confusão, a médica abandonou o plantão. A dona Chiarela foi atendida por outra profissional que a examinou e determinou que a idosa ficasse em observação. Ela ficou internada no hospital e o estado de saúde dela é estável.

O boletim de ocorrência foi registrado no 95º DP, em Heliópolis.

Fonte: O Abutre

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.