Últimas

Na posse da nova Mesa Diretora da Assembleia, defensor geral destaca união de esforços em favor da população

O defensor público-geral do Estado, Ricardo Paiva, destacou, nesta segunda-feira (01), a importância de órgãos de controle no enfrentamento à Covid-19 e a união entre as instituições públicas em prol do interesse da população.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Paiva discursou na cerimônia de posse do novo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), deputado Roberto Cidade (PV), realizada de forma híbrida, com número limitado de participantes presenciais, e transmissão pelo Youtube da Casa Legislativa.

Em seu discurso, o defensor geral afirmou que neste momento de uma crise humanitária sem precedentes, “instituições fortes se mostram como uma das grandes forças do povo brasileiro para a superação”. Ricardo Paiva ressaltou que nunca se viu uma atuação tão forte dos órgãos de controle no combate à Covid-19, apoiando o Executivo Estadual, mas também fiscalizando a atuação deste poder.

“A retomada das atividades pelo Legislativo amazonense vem reforçar essa atuação e dar mais voz ao povo amazonense. Todos sabemos que um Poder Legislativo forte e independente é sinônimo de democracia estável”, disse o defensor geral, em seu discurso.

Ricardo Paiva também ressaltou a importância da união entre as instituições públicas em favor da população, colocando em primeiro lugar os interesses do povo. E lembrou a declaração do novo presidente Assembleia no momento em que foi eleito para o cargo, quando afirmou que a população espera das instituições uma postura proativa, respeitosa e democrática.

O defensor geral aproveitou a oportunidade para agradecer ao deputado Josué Neto, que deixou a presidência da Casa, pelo apoio que ele e cada um dos demais 23 deputados deram em favor do fortalecimento da Defensoria Pública do Estado do Amazonas. E destacou que a instituição vem cumprindo com todos os compromissos assumidos com os parlamentares e com o povo do Amazonas.

“Ano passado inauguramos os polos de Coari e Maués e, neste ano, vamos inaugurar, até o meio do ano, os polos de Lábrea e Manacapuru”, afirmou Paiva, acrescentando que o processo de interiorização dos serviços da Defensoria representa mais força para a população do interior e que tem certeza da continuidade do apoio da Casa para com a DPE-AM.

Lembrando uma fala do célebre deputado federal Ulysses Guimarães, em que cita que todos os problemas do Brasil procedem da injustiça, Ricardo Paiva encerrou seu discurso desejando que as instituições possam cada vez mais mobilizar a consciência nacional para por fim às injustiças e privilégios.

Cerimônia

Ao abrir a cerimônia de posse, o deputado Josué Neto, que deixou o cargo de presidente, pediu um minuto de silêncio em respeito às mais de 8 mil vidas ceifadas pela Covid-19 no Amazonas. Josué fez um discurso que disse não ser de despedida, mas de compromisso renovado com o povo, os deputados e servidores da Assembleia Legislativa. O deputado, que segue na Mesa Diretora da Casa como primeiro vice-presidente, disse que o parlamento deve manter a aproximação com a sociedade e apresentou um resumo com as principais atuações do Poder Legislativo Estadual nos dois últimos anos em que esteve à frente da Casa.

O novo presidente do parlamento, Roberto Cidade, ao tomar posse, afirmou em seu discurso que seguirá sendo o mesmo, sempre buscando o que for melhor para o Estado. Ele ressaltou que é preciso corresponder com muito trabalho à responsabilidade de estar à frente do parlamento.

“Estamos assumindo a Assembleia em um momento muito turbulento, em que vamos precisar estar unidos para fazer o que é melhor para o povo do Estado”, disse. Cidade também se comprometeu a conduzir a Casa Legislativa de forma democrática e dando prioridade às pautas de interesse da população.

A união entre os poderes também foi um dos pontos ressaltados pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, em seu discurso. “É um momento de união, de juntar as forças para seguir em uma única direção. Não há outra prioridade que não seja salvar vidas”, disse, se referindo à crise da pandemia de Covid-19.

O governador desejou muita sabedoria e sucesso à nova Mesa Diretora, para que possa dar as respostas de que a sociedade precisa e disse estar à disposição do parlamento, como chefe do Estado, para a resolução de problemas. “As divergências existem. Mas, no momento da divergência, que a gente possa encontrar o caminho do diálogo”.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.