Últimas

Pacientes da FCecon voltam do Rio de Janeiro para continuar tratamento

Com esperança na bagagem, mais sete pacientes da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) retornaram para Manaus, na tarde desta sexta-feira (19/02), após passarem por cirurgia oncológica no Hospital de Câncer III, do Instituto Nacional de Câncer (Inca), na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Este foi o segundo grupo enviado pelo Governo do Estado, em uma parceria entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), FCecon, Inca e Ministério da Saúde (MS), para transferir pacientes oncológicos do Amazonas ao Rio de Janeiro, a fim de agilizar as cirurgias durante a pandemia de Covid-19.

Segundo o diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão, o projeto-piloto para as pacientes com câncer de mama realizarem cirurgia no Inca conseguiu garantir o procedimento cirúrgico a 23 mulheres, reduzindo o tempo de espera.

“Esta parceria é muito importante para darmos celeridade ao tratamento das nossas pacientes. É um grande movimento entre o Governo do Estado, Secretaria de Estado de Saúde, Inca, FCecon e Ministério da Saúde, para garantir o atendimento às pacientes. Estamos realizando essas ações e conseguimos reduzir o tempo de espera para cirurgias mais complexas”, afirma Mourão.

Tratamento – Após passarem pelas cirurgias nas mamas em um dos maiores centros de Oncologia do País, as pacientes darão continuidade ao tratamento na FCecon na próxima segunda-feira (22/02), quando terão consulta pós-operatória com a chefe do serviço de Mastologia da FCecon, mastologista Hilka Espírito Santo.

“Para as pacientes oncológicas, o tempo é primordial no seu tratamento e na sua cura. Essa legião de solidariedade, esse elo criado entre o Inca III e a Fundação Cecon proporcionou às pacientes a possibilidade de cirurgias, sem muita espera, e isso vai ter um impacto importante na vida dessas mulheres”, destaca a médica.

Emoção – A paciente Maria Rosa Diebe Machado, de 60 anos, voltou para Manaus muito emocionada por reencontrar sua família e agradecida pelo atendimento recebido. “Estou emocionada. Graças a Deus, fizemos a cirurgia, foi tudo bem. Só tenho que falar coisas boas. Nós fomos muito bem tratadas”, disse.

Maria Rosa, assim como as demais pacientes, será avaliada pela equipe médica e dará continuidade ao tratamento na FCecon.

Transferências – As sete pacientes foram transferidas para o Rio de Janeiro no dia 9 de fevereiro. Uma oitava paciente também viajou com o grupo para o Inca, mas precisou ter o procedimento adiado e retorna na próxima semana.

No dia 29 de janeiro, viajou o primeiro grupo de oito pacientes para realizar cirurgia no Inca. As mulheres retornaram do Rio e já deram continuidade ao tratamento na FCecon.

Outras sete mulheres devem viajar na próxima terça-feira (23/02), para novas cirurgias no Inca.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.