Últimas

Reativado, Parlamento Amazônico se reúne para eleger vice-presidentes

O Parlamento Amazônico (Parlamaz) se reúne remotamente nesta quinta-feira (4), às 10h, para a eleição dos vice-presidentes no biênio 2021-2022.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Presidido pelo senador Nelsinho Trad (PSD-MS), o grupo reúne representantes de Brasil, Bolívia, Colômbia, Peru, Venezuela, Guiana, Suriname e Equador. O objetivo do parlamento é estabelecer políticas integradas entre os países, estreitando as relações sobre questões relacionadas à Amazônia e promovendo a cooperação e o desenvolvimento sustentável da região.

Criado em 1989, o Parlamaz estava inativo havia cerca de oito anos. Em fevereiro de 2020, Trad (que presidia a Comissão de Relações Exteriores do Senado) já havia anunciado que pretendia reativar o parlamento a partir do mês de maio, mas a pandemia de covid-19 interrompeu esses planos. Em dezembro, o grupo foi enfim reativado, e o senador brasileiro foi eleito presidente, por unanimidade.

Trabalho interrompido

Após a criação em 1989, o Parlamaz funcionou por alguns anos e acabou desmobilizado. Foi reativado em 2001, com nova paralisação nos anos seguintes. Em novembro de 2004, houve nova tentativa de reativação.

Em abril de 2008, o Senado contou com representante na reunião do Parlamaz ocorrida em Lima, no Peru. Em julho do mesmo ano, o Congresso Nacional sediou reunião do Conselho Diretor do Parlamaz, o que reanimou as atividades do colegiado. Desse encontro resultou a Carta de Brasília.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.