Últimas

Sindicalizados do SJP/AM recebem cestas básicas e máscaras

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas - SJP/AM, a partir da última segunda-feira, 22/02, realiza a entrega de cestas básicas e máscaras aos seus sindicalizados em atividade de trabalho e aos desempregados.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

"Estamos acompanhando a situação dos colegas desempregados e aqueles que, mesmo empregados, a renda mensal não responde às necessidades da família ou, individualmente. Seguimos sendo uma das categorias de trabalho no território nacional que convive com baixos salários e, que com a pandemia do coronavírus, teve a situação agravada", relata o presidente do SJP/AM, jornalista Wilson Reis.A direção da entidade informa que as doações de cestas básicas e máscaras (N-95) foi resultado da ação solidária desenvolvida por colaboradores e amigos comunicadores.

O SJP/AM, diante da situação de exposição diária ao vírus por parte dos profissionais na cobertura jornalística da Covid-19, tem encaminhado orientações aos jornalistas. A direção lembra também, que as empresas devem adotar as medidas de proteção, definidas pelo Ministério da Saúde e especialistas, aos seus empregados.

Prioridade negada

No início de janeiro de 2021, a entidade encaminhou ofícios à Prefeitura de Manaus e Governo do Estado com a finalidade de buscar inserir os profissionais de linha de frente (repórteres e assessores de imprensa) na prioridade da vacinação contra a Covid-19. "Infelizmente, governos e o Ministério da Saúde negaram o acesso às vacinas", completou Reis.O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas - SJP/AM, a partir da última segunda-feira, 22/02, realiza a entrega de cestas básicas e máscaras aos seus sindicalizados em atividade de trabalho e aos desempregados.

"Estamos acompanhando a situação dos colegas desempregados e aqueles que, mesmo empregados, a renda mensal não responde às necessidades da família ou, individualmente. Seguimos sendo uma das categorias de trabalho no território nacional que convive com baixos salários e, que com a pandemia do coronavírus, teve a situação agravada", relata o presidente do SJP/AM, jornalista Wilson Reis.A direção da entidade informa que as doações de cestas básicas e máscaras (N-95) foi resultado da ação solidária desenvolvida por colaboradores e amigos comunicadores.

O SJP/AM, diante da situação de exposição diária ao vírus por parte dos profissionais na cobertura jornalística da Covid-19, tem encaminhado orientações aos jornalistas. A direção lembra também, que as empresas devem adotar as medidas de proteção, definidas pelo Ministério da Saúde e especialistas, aos seus empregados.

Prioridade negada

No início de janeiro de 2021, a entidade encaminhou ofícios à Prefeitura de Manaus e Governo do Estado com a finalidade de buscar inserir os profissionais de linha de frente (repórteres e assessores de imprensa) na prioridade da vacinação contra a Covid-19. "Infelizmente, governos e o Ministério da Saúde negaram o acesso às vacinas", completou Reis.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.