Últimas

Empresário é preso por matar funcionário que ia mudar de emprego em Manaus

O empresário Luan Miranda de Melo, de 28 anos, foi preso nesta sexta-feira (3), por assassinar a tiros o próprio funcionário identificado por Anderson da Silva e Silva, 32, no dia 4 de outubro do ano passado, no momento em que ele fazia manutenção em uma rede de internet. A prisão aconteceu em um ramal do município de Iranduba.


Segundo a adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegada Marilia Campelo, o crime ocorreu porque Luan e o primo, que ajudou a cometer o crime, ficaram revoltados ao saber que a vítima trabalhava para uma empresa concorrente.

"A vítima trabalhava para essa dupla e havia decidido deixar esse emprego para atuar em outra empresa concorrente. E no dia 4 de outubro, o empresário e seu primo passaram de carro pelo local onde Anderson estava trabalhando e decidiram questionar o que ele fazia naquele local", disse.

Conforme a delegada, a vítima chegou a responder para o então patrão, que estava realizando um serviço de internet para uma empresa concorrente e um deles decidiu efetuar disparos de arma de fogo. A vítima ainda tentou correr, mas foi atingida por vários disparos nas costas.

"O primo do empresário foi preso no ano passado pelo 25* DIP e hoje ele foi preso pela DEHS em um ramal de Iranduba, onde estava escondido", explicou.

Luan foi preso e vai responder pelo crime de homicídio. Após procedimentos na DEHS ele ficará a disposição da Justiça.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.