Últimas

‘Eu tenho muito medo do que vai acontecer nas próximas duas semanas’, diz presidente do Hospital Albert Einstein

“Eu tenho muito medo do que vai acontecer nas próximas duas semanas”. A afirmação, em tom de extrema preocupação, é do presidente do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Em entrevista, Sidney Klajner definiu a situação como uma “catástrofe”

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

“A gente tá vendo a lotação das UTIs no país todo, o que é uma catástrofe. Nós estamos falando da situação de hoje relacionada à contaminação de duas semanas atrás. Eu tenho muito medo do que vai acontecer nas próximas duas semanas”, disse.

Na prática, se o ritmo de contágio se mantiver, pode faltar leito para atender pacientes com uma simples apendicite, alerta o presidente do Hospital Albert Einstein.

“O que a gente espera é um aumento a tal ponto que de novo o sistema de saúde tenha que fechar as portas para as doenças que não são Covid. O receio é o sistema de saúde colapsar e você ter apendicite em casa, ou enfarte em casa, e não ter acesso à saúde”.

Sidney Klajner diz que o Hospital Albert Einstein vive um “aumento progressivo” de internações de pacientes com Covid.

Segundo ele, cerca de 80 pessoas estão na UTI ou em unidades de terapia semi-intensiva – o maior número desde o começo da pandemia.

O presidente do Hospital Albert Einstein atribui o que está acontecendo, sobretudo, ao descuido das pessoas com prevenção e distanciamento social.

Fonte: Uol.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.