Últimas

Lista com nomes de beneficiados com auxílio emergencial de R$ 600 do Governo deverá ser apresentado na Aleam

Wilker protocolou convocação pedindo que secretária de Assistência Social do Estado esclareça quem são os beneficiados

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O mistério da lista com os nomes dos amazonenses contemplados com o Cartão Auxílio Emergencial do Governo do Amazonas de R$ 600 reais, parcelado em três vezes de R$ 200, poderá ser revelado na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). A informação deverá partir da secretária de Estado da Assistência Social (Seas), Maricilia Teixeira da Costa, após o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) convocar, por meio de requerimento, a chefe da pasta e revelar que secretários e diretores de autarquias estão distribuindo o benefício no interior do Estado.

De acordo com denúncias recebidas pelo parlamentar e levadas à tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta quarta-feira (03), o diretor-Presidente da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), Armando Silva do Valle, está entregando os cartões no interior do estado, e também será convocado para explicar os critérios adotados do benefício às famílias, uma vez que há grande insatisfação da população que não foi contemplada.

“Estou apresentando o requerimento aberto a todos os colegas para convocar a secretária de ação social, juntamente com o diretor-presidente da Cosama. Quero entender essa ligação. Me assombra quando vejo nomes como Armando do Vale à frente da entrega dos cartões emergenciais. É a raposa dentro do galinheiro. Quero saber qual a correlação da Seas com a Cosama”, revelou Wilker, indagando o critério da entrega e da escolha das famílias nos municípios.

“Tem o CadÚnico (Cadastro Único), tem as prefeituras e por que tem alguns secretários, diretor do Detran, entregando o cartão lá em Tonantins? Vários secretários entregando o cartão, é uma atividade contrária às suas pastas, esse carnaval precisa ser esclarecido. Quero que a secretária traga todos os nomes dos beneficiados e quais os critérios da pasta para chamar alguns apadrinhados e secretarias”, afirmou.

Esquecidas

Na opinião do parlamentar, não foram só as prefeituras que foram “deixadas de lado”, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (IDAM), braço da economia e do produtor rural, poderiam prestar um auxílio mais assertivo para os moradores.

“Chamaram os apadrinhados do governo e secretarias como o Idam, presentes em todo o município, não foram acionadas, sem contar as prefeituras. O povo amazonense precisa saber quem são os beneficiados”, alertou Barreto, que aguarda apreciação e votação à favor dos deputados para convocar a titular da Seas.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.