Últimas

Polícia prende colombiano por abandono de incapaz e tráfico de drogas

Duas crianças, com idades de 5 e 6, foram resgatadas pela Polícia Militar, na última terça-feira (16), em situação de abandono, dentro de uma apartamento, no bairro São Raimundo, Zona Oeste de Manaus.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Segundo as autoridades, ainda durante a ocorrência, foram encontrados dez quilos de drogas na residência. O pai dos meninos, um colombiano de identidade não revelada, de 29 anos, foi preso após ser localizado a poucos metros do apartamento.

De acordo com a 5ª Companhia Interativa Comunitária – CICOM, a guarnição realizava ronda pelas proximidades, quando recebeu uma denúncia anônima de moradores da área a respeito de duas crianças pequenas que estariam em situação de abandono de incapaz.

Já no local, os agentes encontraram os menores com fome e em péssimas condições de higiene. Testemunhas relataram aos policiais que o pai costumava sair pela manhã e só voltava à noite, deixando as crianças sozinhas, todos os dias. A mãe da criança não foi encontrada.

“Os meninos nos relataram que estavam com muita fome, foi a primeira coisa que nos falaram. Só que a ocorrência não se restringiu apenas a abandono de incapaz. Isso porque depois de vistoriarmos o apartamento, nós encontramos dez quilos de drogas, entre maconha e oxi, no mesmo local em que elas estavam”, relatou o subtenente Nepomuceno, que atendeu a ocorrência.

Ainda conforme a PM, o pai das crianças foi encontrado próximo ao apartamento. Na ocasião, os agentes identificaram que o rapaz integra uma rede internacional de tráfico de drogas, em que ele seria o responsável por receber os entorpecentes oriundos da Colômbia e abastecer os pontos de vendas de drogas da Zona Oeste de Manaus.

As crianças foram encaminhadas à Delegacia Especializada em Proteção da Criança e do Adolescente – DEPCA.

Já o suspeito foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e abandono de incapaz no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Fonte: O Abutre

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.