Últimas

Prefeito David Almeida anuncia vacinação para mais de 2,2 mil servidores da Semed

O prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou na manhã desta sexta-feira, 19/3, a expansão do programa “CovacManaus”, com o objetivo de antecipar a vacinação contra a Covid-19 para mais de 2,2 mil servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com idade entre 18 e 49 anos e que possuam alguma comorbidade.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O posto de vacinação será na Escola Normal Superior (ENS) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), que estará recebendo os servidores das 9h às 16h, a partir deste sábado, 20/3.

Para David Almeida, o momento é de grande importância, por Manaus mostrar celeridade na vacinação da população e preocupação com a imunização dos servidores da educação.

“Manaus está bem à frente do restante do Brasil nos índices populacionais. Nós estamos vacinando todas as pessoas acima de 60 anos, enquanto o Brasil está vacinando as acima de 80 anos. Nós entendemos que, com a vacinação, o distanciamento social e o avanço dos nossos trabalhos, vamos voltar à normalidade no menor espaço de tempo possível”, destacou o prefeito.

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, comemorou a antecipação da imunização dos servidores da Semed e afirmou que profissionais com comorbidades de todas as áreas que atuam na pasta, como professoras, pedagogos, merendeiras, gestores e administrativos, vão ser contemplados.

“Os profissionais da educação estão pedindo para serem vacinados. Essa medida veio em boa hora, e nós estamos adiantando o processo com este programa. Tão logo o prefeito David Almeida tenha as vacinas necessárias, estaremos iniciando uma nova fase, com pessoas acima de 50 anos de idade. Portanto, tenho certeza que os demais servidores da Semed estarão vacinados”, comentou Pauderney.

O coordenador da pesquisa “CovacManaus”, o médico infectologista Marcus Lacerda, ressaltou que todos os servidores da Semed podem entrar no projeto, mas, neste primeiro momento, apenas as pessoas que têm comorbidades vão receber as duas doses da CoronaVac. Quem não apresenta comorbidade receberá acompanhamento ao longo do ano com avaliação clínica e exames sorológicos.

“A gente já tem uma lista em mãos, e a partir deste sábado vamos dar início à vacinação das pessoas com 48 e 49 anos. Cada semana os servidores terão acesso ao projeto e ao calendário no site do Instituto de Pesquisa Clínica Carlos Borborema (www.ipccb.org). A ideia é não sobrecarregar o posto e organizar o atendimento”, disse Lacerda.

A ação é uma iniciativa coletiva entre a Prefeitura de Manaus, a Fundação de Medicina Tropical (FMT), Instituto de Pesquisa Clínica Carlos Borborema e o Instituto Butantan, que doou 10 mil doses da vacina CoronaVac que também vão atender servidores da educação e da segurança pública do Estado.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.