Últimas

Prefeitura de Manaus inicia entrega dos kits da merenda escolar para alunos da zona rural rodoviária

Após concluir a entrega dos kits da merenda escolar nas unidades de ensino do rio Negro e rio Amazonas, a Prefeitura de Manaus iniciou nesta quarta-feira, 3/3, a distribuição dos kits para os alunos de aproximadamente 32 escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed), localizadas na zona rural rodoviária.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O intuito é complementar a alimentação dos alunos, que devido a pandemia da Covid-19, estudam por meio do projeto “Aula em Casa”.

Até o momento, mais de 2.600 alunos da zona ribeirinha já foram beneficiados, aproximadamente oito mil da zona rodoviária começaram a receber os alimentos nesta quarta-feira e nas próximas semanas será a vez de entregar mais de 5.500 kits para as crianças das creches municipais.

“Começamos com as entregas dos kits no final de janeiro nas escolas da zona ribeirinha, nos rios Negro e Amazonas. Agora estamos iniciando na zona rural rodoviária e nas próximas semanas vamos fazer as entregas nas creches. Totalizando mais de 16 mil kits”, pontuou o diretor da subsecretaria de Infraestrutura e Logística (Infralog) da Semed, Mário Jorge Oliveira de Paula Filho.

A escola municipal Professora Neuza dos Santos Ribeiro, na BR-174, quilômetro 16, no ramal do Pau-Rosa, foi a primeira unidade de ensino da zona rodoviária a receber os kits, que vão beneficiar 301 alunos.

“As entregas para os pais ou responsáveis pelos alunos iniciam hoje (quarta-feira) mesmo e nossa previsão é entregar 25 kits. Aos pais que não têm nenhum contato ou que a gente não conseguiu avisar, vamos entregar nas casas deles. Até na próxima semana já teremos entregues todos os kits”, afirmou o diretor da unidade, Paulo Bindá.

Para a universitária Elane de Souza Ferreira, mãe de quatro filhos, que estudam na escola Neuza dos Santos, os kits são uma somatória de alívio nas despesas de casa.

“Os custos da alimentação estão muito altos hoje em dia, ainda mais com quatro filhos e o marido desempregado, devido a pandemia. Então os kits vêm para aliviar a nossa despesa e beneficiar a nossa família”, disse Elane.

Zona rural

A Semed possui 83 unidades entre zona rural e ribeirinha e de acordo com a chefe da DDZ Rural, Rosa Denize Pereira, a entrega dos kits minimiza o impacto sofrido por muitas famílias na pandemia.

“Os kits vão contribuir para minimizar os impactos sofridos na casa dos nossos alunos por causa da Covid-19, pois muitos deles não têm como se alimentar, com os pais desempregados”, comentou Rosa.

Lei federal

A ação tem como base a lei federal n° 13.987/2020, junto com a resolução n° 02/2020, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que autoriza as secretarias de Educação a entregarem os kits de merenda escolar em substituição à alimentação servida nas unidades de ensino. Cada kit é composto por achocolatado, biscoitos doce e salgado, macarrão, arroz, açúcar, feijão, polpa de frutas, frango, carne ou peixe e temperos.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.