Últimas

Prefeitura faz registro de trabalhadores que ainda não tomaram a primeira dose contra a Covid-19

Trabalhadores da saúde que não tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 até o último dia 19 de março, data em que a Prefeitura de Manaus encerrou a vacinação para esse grupo prioritário, devem preencher, até o dia 10 de abril, um formulário eletrônico de registro, elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A medida visa facilitar o planejamento para atendimento futuro dos não vacinados.

De acordo com a secretária municipal de Saúde interina, Aline Rosa Martins, ao receber os formulários preenchidos, a Semsa poderá conhecer o universo de pessoas ainda não vacinadas e definir as estratégias para atender aqueles que se encaixam nos critérios de prioridade determinados pelo Ministério da Saúde (MS). “Recebemos doses para uma população estimada; e, se existem mais pessoas que o estimado para o município, é necessário levantar a quantidade e verificar junto ao Programa Nacional de Imunização como e quando esse público excedente pode ser atendido”, explicou a secretária interina.

Aline destaca que não é incomum vacinar além do esperado, e que há campanhas em que a cobertura supera os 100% da população calculada. “Estamos empenhados em alcançar o maior número possível de pessoas dentro dos grupos prioritários e, seguindo as orientações do prefeito David Almeida, trabalhando com todas as ferramentas disponíveis para oferecer o melhor acolhimento e a campanha mais eficiente possível”, salientou.

Para registrar a condição de não vacinado, o trabalhador da saúde de estabelecimentos públicos ou privados deve acessar o formulário “Cadastro de Trabalhador da Saúde”, disponível no link http://bit.ly/cadastrovacinasaude e informar os dados pessoais (nome, CPF e data de nascimento) telefone e e-mail, dados funcionais e o motivo pelo qual não recebeu a primeira dose da vacina, além do nome e registro no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) do estabelecimento com o qual tem vínculo.

Aline Martins informa que ainda não há data definida para o atendimento dos trabalhadores de saúde remanescentes e que eles devem aguardar as orientações da Semsa, por meio dos canais oficiais da secretaria e da Prefeitura de Manaus.

Iniciada no dia 19 de janeiro, a vacinação de primeira dose para o grupo dos trabalhadores da saúde foi encerrada depois de dois meses de atendimentos, com um saldo de 62,9 mil vacinados. O número corresponde a 99,5% da população estimada para esse segmento e o resultado, junto com o obtido na vacinação dos idosos até o momento, vem garantindo a Manaus a liderança nacional no número de pessoas imunizadas e na superação das metas de vacinar 90% de cada um dos públicos contemplados na campanha.

A campanha municipal segue para os aproximadamente 10 mil trabalhadores que ainda não receberam a segunda dose. A vacinação para esse grupo continua a ser feita exclusivamente na Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), no bairro Adrianópolis, conforme agendamento eletrônico feito pelo sistema Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/).

Para os idosos, a campanha continua com o atendimento dos remanescentes dos grupos de 60 anos ou mais, nos sete pontos de vacinação montados pela Prefeitura de Manaus nas diferentes zonas geográficas da cidade.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.