Últimas

China: Economia bate recorde e cresce 18,3% no 1º trimestre após a pandemia

Dados divulgados nesta sexta-feira, 16, pelo Escritório Nacional de Estatística da China mostram um crescimento recorde de 18,3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país no 1º trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Trata-se da mais forte alta da economia chinesa em um trimestre desde o início da série histórica, em 1992. No 4º trimestre de 2020, o avanço foi de 6,5%.


Mesmo assim, o resultado ficou abaixo das expectativas de economistas consultados pelo The Wall Street Journal, que estimavam uma expansão de 19,2% nos primeiros três meses de 2021.

Em relação à produção industrial, a China registrou crescimento de 14,1% em março, em relação ao mesmo período do ano passado. O índice estimado pelo mercado era de 16,5%.

Já as vendas do comércio varejista avançaram 34,2% no mês passado, também na comparação com março de 2020. O indicador superou o prognóstico do mercado (28%).

No ano passado, em meio à pandemia de covid-19, a China foi um dos poucos países que registrou crescimento do PIB (alta anual de 2,3%).

“A economia nacional teve um bom começo”, disse o Escritório Nacional de Estatísticas da China, que divulgou os dados do primeiro trimestre.

Mas acrescentou: “Devemos estar cientes de que a epidemia de Covid-19 ainda está se espalhando globalmente e o cenário internacional é complicado com grandes incertezas e instabilidades.”

Outros números importantes divulgados pelo departamento de estatísticas da China também apontam para uma recuperação contínua, mas também são excepcionalmente fortes porque são comparados com números extremamente fracos do ano passado.







Com informações via Revista Oeste

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.