Últimas

CIAMA tem governança aprovada com retomada de programas de qualidade

A Companhia de Desenvolvimento do Amazonas - Ciama teve sua Carta Anual de Governança aprovada por unanimidade, na manhã desta segunda-feira (19/04), e recebeu elogios dos membros do Conselho de Administração pela retomada do seu programa de qualidade.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Desde o início do Governo Wilson Lima a Companhia vem implantando melhorias internas que refletem no trabalho realizado, mesmo em tempos de pandemia.

De acordo com o presidente da Ciama, Aluizio Barbosa, as parcerias e os projetos voltados para o interior se tornaram uma prioridade. 

"Por meio de um trabalho árduo em conjunto com a Fundação Nacional de Vigilância em Saúde - Funasa - vamos entregar projetos de abastecimento de água para quase todos os municípios do Amazonas, até o final de 2022, mas para alcançar essas nossas metas tivemos de trazer de volta os programas de qualidade", enfatizou Barbosa.

Durante a apreciação da Carta Anual de Governança da Ciama, o conselheiro e diretor da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação - Sedecti, Renato Mendes Freitas, elogiou a retomada do modelo de gestão administrativa e de governança baseado na qualidade.

"Em 2020 obtiveram a recomendação para a dupla certificação ISO 9001 e ISO 14001, e agora em 2021 já receberam o certificado, tornando-se a segunda empresa do Estado a alcançar esse feito", parabenizou Renato Freitas.

O diretor administrativo, José Coutinho Neto, lembrou que as certificações dizem respeito tanto a processos internos (ISO 9001) quanto a trabalho sustentável, que se preocupa e respeita o meio ambiente (ISO 14001). "Prova disso, é o projeto do Distrito Bioagroindustrial de Rio Preto da Eva, que vem sendo elaborado com rigorosos padrões técnicos", enfatizou Coutinho.

A reunião de apreciação da Carta Anual destacou ainda a instalação das áreas de Controle Interno e de Ouvidoria, de acordo com as exigências da Controladoria Geral do Estado do Amazonas (CGE-AM), da Corregedoria Geral da União (CGU) e da parceria com a Rede de Ouvidorias do Amazonas. 

Foram efetuadas auditorias internas em todos os setores da Companhia, bem como treinamentos nas áreas de Controle, atendimento ao cidadão e capacitação de servidores municipais.

"O ano de 2020 não foi fácil, este ano também não está sendo, mas nós não esmorecemos, simplesmente porque temos um compromisso com o bem público, com o desenvolvimento sustentável e com o cidadão", disse o presidente Barbosa.

Assinaram a Carta os conselheiros Aluizio Barbosa (presidente do Conselho), Paulo Ricardo Rodrigues, Fabrício Cyrino Barbosa, Renato Freitas e Kallyne Monassa.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.