Últimas

Defesa Civil realiza visita técnica de instrução em Iranduba

O Governo do Estado, por meio da Defesa Civil do Amazonas, permanece somando esforços diários, com várias ações, para minimizar os impactos sofridos pelas populações afetadas ou que já estão isoladas pela cheia dos rios.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Nesta sexta-feira (16/04), quatro agentes da Defesa Civil estiveram no município de Iranduba, situado na calha do Baixo Solimões, para realização de visita técnica de orientação aos agentes municipais, bem como aos representantes dos órgãos presentes.

Após a reunião, realizada na sede da Defesa Civil do município, que teve a participação da Secretária de Saúde do município, Fundação de Vigilância em Saúde, Secretaria de Educação, Assistência Social, entre outros, os agentes se deslocaram para acompanhar a real situação de afetamento que já se encontram as comunidades rurais de Iranduba, em decorrência da enchente.

O primeiro ponto visitado foi a comunidade Vila Nova, já afetada pela enchente, onde moram aproximadamente 200 famílias. Para Sebastião Gomes, morador do local, fica mais difícil o acesso ao alimento por conta da subida dos rios e o prejuízo com a agricultura: ”fica mais difícil sobreviver e trabalhar na roça, já que todas as plantações de milho, melancia e jerimum da área da várzea tivemos perda total”.

Foram vistoriados um dos purificadores de água potável, instalado em 2019, na comunidade Furo do Paracuuba, que atende mais de mil pessoas que habitam aquela região. E foi realizada, também, uma inspeção na estação de coleta de dados hidrometeorológicos, instalada pelo Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM), em parceria com demais órgãos de controle.

De acordo com Ronaldo Medeiros, é de fundamental importância essa aproximação e união para somar esforços, neste momento em que o desastre da enchente já está acometendo o município de Iranduba e também o distrito do Cacau Pirêra. “ A reunião foi bastante proveitosa para que os representantes das demais secretarias pudessem tirar dúvidas e esclarecimentos, mostrando que todos precisam estar comprometidos em prol da população mais atingida”, avaliou.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.