Últimas

Dia com mais mortes por covid-19 teve 1 vítima a cada 33 segundos

O dia em que mais pessoas morreram de covid-19 no Brasil foi 22 de março de 2021. Foram pelo menos 2.549 vítimas nesta data, o que equivale a uma morte a cada 33 segundos.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

É o que indica o boletim mais recente do Ministério da Saúde, com dados preliminares atualizados até 12 de abril. Eis a íntegra (9 MB). É provável que essa data mude nos próximos boletins.

O pico de mortes de 2021 é mais do que o dobro do ápice registrado em 2020. No ano passado, o dia com mais mortes foi em 22 de maio, quando 1.183 pessoas morreram por causa do coronavírus.

O infográfico abaixo detalha o dia com mais mortes em cada mês, desde o início da pandemia.

Os números são preliminares. As autoridades de saúde podem levar até 1 ano para determinar a data das mortes por covid-19. Os dados, apesar da demora da atualização, refletem de forma mais precisa o ritmo da pandemia no país.

Mortes por data real x mortes registradas
Os números de novas mortes divulgados diariamente pelo Ministério da Saúde e pela mídia não refletem necessariamente os óbitos por covid-19 que aconteceram naquele dia. São os registros de vítimas confirmadas pela pasta de um dia para o outro.

A única forma de saber quantas mortes ocorreram exatamente em cada dia é pelos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde, que são divulgados semanalmente. A cada boletim os números para cada dia tendem a crescer, conforme são descobertas novas vítimas.

O Poder360 compilou o que se sabe sobre as mortes por data real no infográfico abaixo. O Ministério da Saúde determinou a data de 341.631 das 368.749 vítimas confirmadas no país.


Maio de 2020 foi pior momento do 1º ano da pandemia. As mortes caíram em junho e voltaram a subir em julho. Depois, o número de vítimas desacelerou de forma mais acentuada de agosto a dezembro.

Em março, o número de vítimas aumentou numa velocidade sem precedentes. Foi o mês mais letal da pandemia. Pelo menos 64.649 pessoas morreram no mês passado por covid-19, de acordo com os dados conhecidos até o momento. Equivale a 17,5% de todas as vítimas confirmadas no país.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.