Últimas

Furtos de cabos de energia e vandalismo prejudicam a Ponta Negra

O furto de cabos de energia elétrica para venda no mercado clandestino tem se tornado cada vez mais frequente e nem o cartão-postal natural de Manaus, a praia da Ponta Negra, na zona Oeste, tem escapado da ação criminosa e de atos de vandalismo.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Entre janeiro e março de 2021, o complexo turístico Ponta Negra, administrado pela Prefeitura de Manaus, via Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), teve um total de 590 metros de cabos furtados na área, causando principalmente prejuízo às atividades comerciais que operam no espaço público.

Conforme dados da Unidade Gestora de Projetos de Energia (UGPM), da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), os furtos geram transtornos aos clientes e devem ser comunicados à empresa concessionária, para que faça o desligamento da rede no local, uma vez que a mesma permanece energizada.

“Na reposição dos cabos instalados na Ponta Negra, muitas áreas receberam reforço de barreiras de concreto, para evitar acesso às caixas e aterragem, para reduzir a incidência da prática criminosa”, explica o diretor da UGPM, Robson Goiabeira.

Depois dos reparos e reposição dos cabos, a energia é religada e normalizado o fornecimento. A comissão que atua no parque tem intensificado as rondas noturnas e pela madrugada, a fim de coibir os crimes.

A população pode ajudar denunciando à polícia ou à Guarda Municipal sobre movimentação de pessoas suspeitas, para o 0800 2010 001, da UGPM, ou para a Guarda Municipal, no 153, e ainda à Polícia Militar, para a 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que atende a área. A Ciclopatrulha também funciona no parque para o combate a atos de vandalismo e crimes, e o contato é o 98842-2586.

O Código Penal Brasileiro (CPB) prevê prisão de 1 a 4 anos e multa em caso de condenação por furto ou por receptação de material roubado.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.