Últimas

Governo do Amazonas realiza visita técnica para ampliar vacinação contra a Covid-19 em Iranduba

Equipes da FVS-AM e SES-AM vão percorrer outros 19 municípios com as menores coberturas vacinais

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O Governo do Estado realizou, nesta quarta-feira (14/04), uma ação de fortalecimento para municípios do interior que apresentam dificuldades na cobertura vacinal contra a Covid-19. Uma das visitas técnicas ocorreu no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), que apresenta um dos menores índices de cobertura vacinal dos grupos prioritários.

A medida coordenada pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), deve percorrer outros 19 municípios: Anamã, Barreirinha, Barcelos, Beruri, Boca do Acre, Boa Vista do Ramos, Caapiranga, Codajás, Coari, Careiro da Várzea, Ipixuna, Manaquiri, Manicoré, Nova Olinda do Norte, Nhamundá, Pauini, Tapauá, Uarini, Urucurituba.

Em Iranduba, conforme dados do Vacinômetro da FVS, a cobertura vacinal da primeira dose no município é de 23,4%, enquanto a segunda é de 2,8%. Devido ao índice pequeno, uma equipe do governo foi encaminhada com o objetivo de verificar as demandas do município, bem como apoiar estratégias de vigilância, assistência e operacionalização do plano municipal de imunização.

De acordo com a assessora técnica da FVS, Josielen Amorim, a equipe deve retornar a Iranduba nesta quinta-feira (15/04). O objetivo principal das visitas técnicas é dar suporte aos gestores para que o estado do Amazonas alcance a cobertura vacinal desejada, a de 90%.

“Priorizamos os municípios que estão com maior dificuldade na cobertura, e Iranduba é um deles, fortalecendo as ações como um todo, o diagnóstico, a questão da vigilância mais ativa através das ações de testagem, isolamento, rastreio de casos. Iranduba tem públicos que estão avançando na cobertura, como trabalhadores de saúde, idosos e a população ribeirinha, que foi a última remessa e eles estão trabalhando”, Josielen.

“Estamos apoiando para melhorar a cobertura da população ribeirinha, que dentro da população do Amazonas é a que tem essa logística mais complicada”, acrescentou a assessora técnica da FVS.

Logística diferenciada – Em Iranduba, seis locais realizam a vacinação dos grupos prioritários determinados pelo Plano Nacional de Imunização (PNI). De acordo com dados gerenciados pela FVS e informados pela secretaria municipal, até terça-feira (13/04) o município havia aplicado 5.412 doses no município, somadas 1ª e 2ª doses.

O secretário municipal de saúde do município, Ricardo Freitas, explicou que a porcentagem de 23,4% de doses aplicadas na primeira dose em Iranduba, considerada baixa para um município da Região Metropolitana, está relacionada ao quantitativo da 9ª remessa.

“Recebemos, no dia 29 de março, um quantitativo para imunizar 100% da população ribeirinha. Foram 15 mil doses, e devido à logística, caímos no ranking de doses aplicadas. Isso gerou um transtorno e fomos buscar junto ao governo um apoio para montar estratégias para alcançar um maior número de pessoas”, destacou Freitas.

Ele considerou a visita técnica um momento produtivo para alinhamento de ações. “Nossa logística é diferenciada. Fazer saúde, principalmente a parte de imunização, na área rural, compreende a parte ribeirinha e a parte das estradas e ramais que dão acesso a essas populações ribeirinhas. E é isso que nós estamos fazendo. Hoje botamos toda nossa frota de automóveis e de lanchas para fazer essa cobertura vacinal. E se Deus quiser, até final de abril nós estaremos com essa cobertura da população ribeirinha de 80% a 90% vacinada”, disse.

Reforço na capital – Além do interior do estado, o apoio do Governo também será ampliado em Manaus. Serão cedidos à Prefeitura da capital cerca de 30 profissionais para compor a equipe de vacinadores. Em janeiro, a SES-AM já havia cedido 16 profissionais para apoiar a Prefeitura de Manaus no trabalho de imunização.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.