Últimas

Juiz nega pedido de prisão para suspeito de assalto de cinegrafista René Silva

Manaus – Um homem identificado como Adriano Silva do Nascimento teve o pedido de prisão preventiva negado pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) na noite desta quarta-feira (28). Ele é suspeito de participar do assalto que o cinegrafista Renê Silva, de 45 anos, foi baleado.

Foto: Divulgação/ BLITZ AMAZÔNICO

Adriano foi localizado pelos policiais da Delegacia Especializada de Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD). Ele prestou depoimento, mas o juiz plantonista Adriano Silva Nascimento alegou falta de materialidade e negou a prisão do suspeito.

O assalto aconteceu no dia 15 de abril, em plena avenida Cosme Ferreira, bairro Coroado, Zona Leste de Manaus, por volta de 06h50 da manhã. Renê Silva e a repórter Natasha Pinto estavam trabalhando no momento que foram abordados por dois homens em uma motocicleta.

A dupla levou os celulares do cinegrafista e da repórter, e fugiram logo em seguida. Renê Silva tentou perseguir os assaltantes para anotar a placa da moto, mas ele foi baleado com dois tiros, sendo um no tórax e outro na mão.

Profissionais da imprensa em Manaus devem realizar uma manifestação contra a decisão da Justiça.

Fonte: Tucumã

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.