Últimas

Kataguiri e Mamãe Falei tentam invadir ala covid de hospital, diz governo de SP

Um grupo de políticos entrou nessa 6ª feira (16.abr.2021) no Hospital Geral de Guarulhos e, segundo a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, tentou acessar a área restrita aos pacientes com covid-19.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

Entre os integrantes do grupo estavam o deputado estadual Arthur do Val (Patriota-SP), o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) e o vereador de Guarulhos, Lucas Sanches (PP).

Segundo eles, o grupo realizou uma fiscalização no local. Os deputados acusam a secretaria de “espalhar desinformação”.

A secretaria divulgou imagens captadas pelas câmeras de segurança do local em seu perfil no Twitter.

“A conduta destoa do que é esperado de autoridades públicas, que deveriam ser exemplo e zelar pela segurança da população, principalmente em tempos de crise sanitária global”, lê-se na publicação.

A Secretaria classificou o ato como um “desrespeito não apenas com os profissionais da saúde que ali atuam, mas também com as vítimas da doença e seus familiares”.

De acordo com o órgão, o Hospital Geral de Guarulhos tem hoje 60 pacientes internados com quadros graves de covid-19 – 27 em enfermaria e 33 em UTI.

“A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo está e sempre esteve à disposição das autoridades e da população de São Paulo, prezando pelo bom senso e diálogo, e lamenta que cenas como essas sejam realidade no momento em que todos vivemos.”

O vereador Lucas Sanches (PP) divulgou um vídeo da ação por meio de seu perfil no Facebook. “Cheguei de surpresa para fiscalizar o hospital”, escreveu ele.

Vestindo um colete com a frase “fiscal do povo”, o vereador conversa com pessoas presentes no local e funcionários do hospital.

Arthur do Val publicou em seu perfil no Twitter um vídeo no qual afirma que o grupo “em nenhum momento usou de grosseria ou de violência”.

Segundo ele, o grupo pediu permissão para entrar, mas foi solicitado que aguardassem. Os congressistas, então, disseram que não podiam esperar.

“Nós íamos fazer uma fiscalização surpresa”, disse. “[Nós] Entramos e o diretor do hospital veio junto com uma equipe nos acompanhar”, falou.

“100% do tempo nós fomos acompanhados por essa equipe. Em nenhum momento, quando eles disseram ‘aqui não pode entrar’, nós entramos.”

O deputado afirmou que o grupo não visitou a UTI ou a ala dedicada aos pacientes com covid-19.


Kim Kataguiri, também por meio do Twitter, disse ser “bizarro que, no meio de uma pandemia, a pasta dedique seu tempo para espalhar mentiras na internet”.

“A Secretaria de Saúde de São Paulo nos acusa de agir à força nosso papel de fiscalização, coisa que fizemos com educação, parcimônia e obedecendo os protocolos sanitários e restrições físicas. Respeito todos os profissionais da saúde de SP e, por esse motivo, esclarecemos o q houve e o que NÃO HOUVE.”

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.