Últimas

Licenciamento urbano tem aumento e arrecadação sobe 24,6% no trimestre de 2021

A Prefeitura de Manaus registrou, no primeiro trimestre deste ano, um aumento na entrada de novos processos no Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), que, somado à melhoria de tramitações e eficiência no período, fez a arrecadação na autarquia ter incremento de 24,6% até março, com receita de R$ 4.769.803,57.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com os dados da Diretoria de Finanças (Diraf) do Implurb, ano passado, sem os reflexos da pandemia após 12 meses, o instituto arrecadou nos três meses R$ 3.827.644,22. O aumento em 2021 foi da ordem de R$ 924.159,35.

"Com a sistematização de novos procedimentos e de gestão, se aumenta a produtividade, associada com a redução de custos e a celeridade das análises, mesmo no regime de teletrabalho para o enfrentamento da pandemia. A melhoria na gestão e na celeridade são pontos bem avaliados pelo prefeito David Almeida", afirmou o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente.

Os maiores volumes de arrecadação são decorrentes de taxas de licenciamento de execução de obras; regularização de edificações; serviços de análise de projetos e de medidas compensatórias.

Em relação a fevereiro, o Implurb teve aumento de 33% na arrecadação, comparado com o ano anterior, e março cresceu para 33,7% essa diferença.

São mais projetos em andamento para construção, licenciamento e aprovação de obras, e regularização de Habite-se junto à Prefeitura de Manaus. No segundo mês deste ano, mesmo diante do agravamento da pandemia da Covid-19, o instituto recebeu 506 processos, contra 418 de 2020.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.