Últimas

Mulher é morta a facadas no próprio aniversário pelo marido, após crise de ciúmes

Lorena Patrícia da Silva, de 25 anos, foi morta a facadas após uma confusão durante sua festa de aniversário, na cidade de Taipu, no Rio Grande do Norte.


Segundo a Polícia Civil, o único suspeito do crime é o marido da vítima, identificado como Neilson Coutinho Alves, de 29 anos. Relatos apontam que após o homem ter uma crise de ciúmes, Lorena e a irmã teriam deixado a comemoração, mas foram perseguidas e atacadas a golpes de faca.



Lorena não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local, no caminho de volta para sua casa.

"Ela estava voltando a pé do aniversário, com a irmã, quando foi abordada pelo suspeito. Na ocasião, ela sofreu diversos golpes de faca. Ele fugiu em um veículo Palio de cor branca e até o momento não foi capturado. A motivação teria sido ciúmes", disse o comunicado da corporação.

O caso está sendo investigado pela delegacia da cidade.

Testemunhas disseram que o problema começou quando Lorena foi dançar de biquíni durante o evento, realizado em um clube-fazenda com piscina e salão de festa.

"Ele ficou doido quando viu ela dançando com um primo dele. Nada a ver. Não estava acontecendo nada demais. Mas ele partiu para cima", contou um dos convidados, que preferiu não se identificar.

Ainda segundo a testemunha, a briga persistiu e foi preciso encerrar a celebração.

"Todos foram embora. Lorena saiu com a irmã, mas Neilson foi atrás. Foi uma coisa monstruosa. Ela estava feliz, com a família junto, os amigos... Ela só estava comemorando", continuou.

Agentes da Polícia Civil realizam buscas para identificar o paradeiro do suspeito. No entanto, até o momento, ainda não há informações sobre onde ele possa estar escondido.

Fonte: UOL

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.