Últimas

PGM defende no TJ-AM ações da Prefeitura de Manaus no combate ao novo coronavírus

“As ações da Prefeitura de Manaus, no combate ao novo coronavírus, estão além do que a Defensoria Pública havia requisitado”.

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

A afirmação é do subprocurador-geral do município, Ivson Coêlho e Silva, ao defender na 3ª Vara da Fazenda Pública, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), o trabalho do Executivo municipal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na testagem em massa da população para detectar a incidência da Covid -19.

Ivson Coelho representou o prefeito de Manaus, David Almeida, na audiência pública realizada nesta quinta-feira, 22/4, que questionou ainda a compra de vacinas pelo município.

“Conseguimos demonstrar na audiência que as ações da Prefeitura de Manaus, no combate ao novo coronavírus, estão além do que a Defensoria Pública havia requisitado. São 22 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em Manaus, que estão realizando a coleta domiciliar de material para exames RT-PCR”, destacou o subprocurador-geral.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), de janeiro até o dia 22/4, 17.825 coletas de RT-PCR foram realizadas. E desde o dia 1º de março, a prefeitura já realizou cerca de seis mil testes rápidos Covid-19 Antígeno, em 12 unidades de saúde, além da maternidade Moura Tapajóz

De acordo com Ivson Coêlho, a Prefeitura de Manaus também acompanha, por meio da Semsa, os pacientes com resultado positivo de Covid-19, “independentemente de onde esse paciente diagnosticado tenha sido atendido, tanto no serviço público quanto no privado”.

“Os dados são incluídos no sistema e-SUS Notifica, que repassam informações à Semsa. Com esses dados, a secretaria passa a acompanhar tanto o paciente quanto a família dele. Esse procedimento comprova que, além da testagem em massa, o acompanhamento efetivo dessas pessoas é realizado através da busca ativa e rastreamento de contato”, enfatizou Ivson.

O subprocurador também destacou o número de vacinação em Manaus, que hoje está em 416.726 doses aplicadas e a preocupação do prefeito David Almeida em adquirir doses por meio da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP).

“No início de março foi assinado o termo de compromisso, que garante a participação de Manaus no consórcio para aquisição das vacinas contra a Covid-19”, ressaltou.

A audiência, que durou mais de três horas, foi realizada em formato telepresencial, com a participação de representantes do governo do Estado, prefeitura, Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), Defensoria Pública Estadual (DPE), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) e dos cientistas Jesem Orellana, Lucas Ferrante, Luiz Duczmal e Alexander Steinmet.

Nenhum comentário

Obrigado por comentar aqui.